danilo2

Danilo e os gatos

Olá, fãs!

Hoje venho aqui agradecer, uma vez mais, ao meu fã clube e, especialmente, ao comandante felino das tropas da Gatidade: Jordan Rotta. Foi do fã clube que partiu a ideia de fazer um movimento para homenagear o amante de gatos Danilo Gentili. E, vejam como são as coisas, infelizmente, no dia em que prestamos a homenagem, o gatinho dele morreu. Danilo deixou um sensível texto a ele, que você vê abaixo. E a vida é essa coisa curiosa,,, nós gatos vivemos menos tempo que os humanos, mas, relativamente, vivemos mais, pois dormimos mais, comemos mais, brincamos mais. E o que é a vida senão dormir, comer e brincar? E aí está a semelhança entre um humorista e um gato: nenhum dos dois leva a vida muito a sério: uma imponente poltrona vira um arranhador, uma bela mesa de jantar vira uma cama e por aí vai…

Assim, obrigato a todos que participaram e aproveitaram a vida nesta brincadeira.

Nossa função agora é mandar por todos os canais a nossa ideia. Vou listá-los e o que vocês têm que fazer é copiar o link do nosso álbum e enviar.

1 – Esse é o nosso álbum com as fotos dos gatinhos – https://www.flickr.com/photos/121116855@N05/sets/72157642807678214/

2 – Essa é a fanpage do programa The Noite para a qual vocês devem enviar o link  acima – https://www.facebook.com/sbt.thenoitecomdanilogentili?fref=ts

3 – Essa é a fanpage do Danilo no Face – https://www.facebook.com/Danilo.Gentili.Oficial?fref=ts

4 – Esse é o twitter oficial do Danilo Gentili – https://twitter.com/DaniloGentili

 

Homenagem do Danilo ao seu gato. Para ver na fanpage, clique aqui: https://www.facebook.com/Danilo.Gentili.Oficial/posts/616445021765389?stream_ref=10

danilo

Foto do álbum que os fãs fizeram em homenagem ao Danilo. Para ver o original, vá aqui: https://www.flickr.com/photos/121116855@N05/sets/72157642807678214/

danilo2

 

8 comentários em “Danilo e os gatos

  1. Tem mais uma coisa q um gato tem em comum com um humorista – a sensibilidade. Porque, tanto pra fazer chorar, como pra fazer rir, é preciso saber como tocar a alma… Nisso, vc é catedrata!… E Danilo também. Te amo, Borginho!

  2. Brilhante Borginho…
    E brilhante tb foi o texto que o Gentili fez em homenagem ao gatinho caolho dele. Foi impossível não me emocionar ao lê-lo…
    Vcs, gatos, conseguem despertar o que há de melhor nos humanos.
    Beijo pro Gentili e força! O caolhinho foi um gato sortudo por ter tido tanto amor…
    🙂

  3. aiaiai. Alguém empresta um balde aí? Me acabei de chorar. Perdi uma gatinha muitissimo amada em fevereiro do ano passado, doeu demais, chorei, sofri, e em setembro, mês do meu aniversário, a espiritualidade trouxe de volta pra mim meu anjinho, da mesma cor, mesma docilidade ou até mais, e só então eu comecei a me recuperar e acreditar na vida e na justiça divina novamente! Isso é claro, pra quem acredita na espiritualidade dos animais… Entendo perfeitamente o que ele sente, e tenho certeza que Deus vai trazer de volta seu gatinho, agora jovem e saudável de volta ao seu convívio! Eu também duvidei, mas meus amigos espirituais me presentearam mesmo assim, nos encontramos na rua, ele todo sujinho e carente correu pra mim, sem nem me conhecer? Gente é um gato! Eles são assustados por natureza, mas este filhote “me reconheceu” e veio pros meus braços, pra segurança de um lar e podem ter certeza que um gatinho adotado assim é o ser mais grato e amoroso que existe! Ele me segue onde eu vou, ele ronrona só de me ver, de estar perto de mim. Tenho certeza que fui agraciada com o mais belo presente de aniversário da minha vida! Repito, ninguém precisa acreditar ou concordar, mas eu vivi isso e portanto creio. E acho que o Danilo, pela pessoa iluminada que é logo será agraciado com a benção de ter seu miauzinho de volta. Obs, pra quem quiser saber mais do que estou falando leia as histórias do Chico Xavier e sua cachorrinha Boneca, entre outras, e quem precisar de consolo espiritual no momento de uma grande perda, visite o blog o espiritualista Dirceu Rabelo…. Ai; me emocionei e desculpem se falei demais… ;( e veio

Deixar uma resposta para Beatriz Sauerweing Cancelar resposta