688

A técnica da cobra

Fãs,

Hoje uma pessoa estranha veio até nossa casa. A princípio, toda vez que alguém estranho aparece, penso que pode ser capaz de me sequestrar, decapitar meu pai e degolar minha mãe. Logo me escondo. Percebi que era uma moça que vinha para fazer limpeza, achei estranho, pois limpeza sempre me pareceu algo muito materno ou paterno, visto que são eles que me escovam, removem minhas remelas e limpam minha caixa de areia. Porém não, a senhora não era mãe do meu pai, não era da minha mãe, não era minha mãe e tampouco da Christie. Veio limpar o que meus pais não conseguem fazer. Sim, humanos têm disso, é como se um gato se pusesse a lamber a bunda do outro. O problema é que a parte de sequestrar-me quase fez-se real. Ela vinha, limpava, e levava meus pelos embora. Iam bolos e bolos, é como se tivesse tirado uns três Borges da casa. Depois de tudo isto, ela se foi. Sorte minha que uso esta estratégia como a da cobra, deixei a casca e escondi-me no armário o dia inteiro. Não se pode confiar em ninguém, talvez, se ela tivesse me visto, tivesse me levado junto com os pelos.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

  ESCONDIDOS

688
687
689

1 comentário em “A técnica da cobra

Deixar um comentário