203

Apende: a cidade que fatia as mães

Fãs,

Como vão? Comigo agora tudo bem. Muitos de vocês acompanharam pelo meu twitter (@borgesogato) que mamãe passou mal e foi levada de mim e da Christie. Papai e vovô colocaram ela no carro e se foram, deixando só a fumaça do cano de descarga. Ficamos aqui no Castelo com o Grey e a vovó. Enquanto vovó falava ao telefone, nós tentávamos ouvir e entender o que se passava, por isto minhas informações no twitter não foram muito precisas. A primeira coisa que soube é que estavam levando mamãe para uma outra cidade, uma tal de Apende, que deve ser de colonização inglesa, pois só se referem a ela como Apende City.

Nesta cidade, quiseram esfaquear mamãe para ela melhorar, papai disse que há médicos por lá que não servem nem para ser veterinário de baratas. Então, ele e vovô levaram a mamãe para outro hospital e, chegando lá, disseram que mamãe não tinha nada.

Os humanos são muito estranhos, pois mamãe paga todo mês um plano de saúde chamado Unimed e foi parar em um hospital em que o médico queria interná-la e operá-la emergencialmente, sendo que, ao se chegar em outro hospital, se descobre que estava tudo errado e, para isso, ela teve que usar o plano de saúde do vovô. Caramba, é algo como se eu entrasse para ser castrado na tia de branco e saísse sem uma perninha! Fiquei furioso, pois estes médicos me deixaram uma noite inteirinha sem amassar pãozinho na mamãe, dormindo numa cama imensa só com a Christie e sem poder sentir o cheirinho da minha mamãe!!!!

Fico pensando quantas pessoas são cortadas diariamente sem necessidade, imaginando como os humanos precisam tanto de dinheiro ao ponto de ser mais importante lucrar com tratamentos médicos, cirurgias do que realmente curar as pessoas. Ah, mas isto deve ser só nessa tal de Apende City, aqui no Rio de Janeiro não. Aqui no Rio de Janeiro é uma cidade maravilhosa, pois voltou a ter o colinho materno e essa noite será feliz.

Borges, o gato – @borgesogato

203
Colinho da mamãe, sem nenhum pedaço a menos
204
Christie no colinho da mamãe
1361406841455
Esse é o hospital que queria fatia a minha mãe: PRONTO ATENDIMENTO UNIMED RIO – BARRA
AV DAS AMÉRICAS, 777
BARRA DA TIJUCA
Não vão até esse lugar!!!!

 

1111
Este é o hospital que impediu que minha mãe fosse fatiada. Ela chegou nele por volta das 3 da manhã e fez todos os exames direitinho, sendo liberada às 9 da manhã. Hospital São Vicente de Paulo localiza-se na
Rua Doutor Satamini, 333 Tijuca

 

25 comentários em “Apende: a cidade que fatia as mães

  1. Puxa, Borges… que horrível!
    O bom é que a mamãe usou a intuição e percebeu que não era nada daquilo…
    Beijos!

  2. Que bom que sua mamãe está de volta para vcs sã e salva!!
    Este hospital na Tijuca é mesmo muito bom, minha mamãe també m já esteve lá e foi muito bem atendida.Mas com certeza de agora em diante nem vou querer passar perto do outro que queria fatiar a sua mamãe .. é um absurdo ter médicos que não entendem de nada.
    Lambeijinhos para vc e a Christie, Borginho!! Aproveitem para matar a saudade do colinho da mamãe .. hehehe … 🙂

  3. Fico muito feliz, Borginho, que tudo esteja bem com tua mamãe. Sou pediatra (médica de filhotes de gente, rsrs) e fico muito, muito triste quando sei que coisas assim quase aconteceram… Ainda bem que foi só “quase”.
    Beijos

  4. Foi esse hospital que inaugurou recentemente?
    Nossa, um absurdo isso! Hoje em dia o que mais tem é médico despreparado. Minha prima quase morreu por causa de descuido médico. Ainda bem que sua mamãe ficou bem! Lambeijos borginho!

  5. Puxa, Borginho … não sabia… Mas ainda bem q a mamãe já está em casa! Aproveita e vai amassar muito pãozinho nesta noite, pra compensar… É incrível como vc deixa td especial – até as piores coisas! Valeu pela dica hospitalar! Não sou do Rio, mas é bom saber quais os bons e maus lugares! Já sei onde não ir! E essa tal Apende City então?! Com médicos q nem podem tratar de baratas?! Meu Deus!
    O q te digo sempre? A humanidade não está fácil! E viva a Gatidade! <3 Bjs especiais pra mamãe!!!!!

  6. Pois é Borginho….tbm sou refém dessa Unimed horrível que queria fatiar a sua mãe sem necessidade…infelizmente ainda pagamos por essas porcarias. Ainda bem que está tudo bem agora né? Bjs em vc e na Christie!

  7. Ainda bem que não foi nada grave. O caso absurdo que eu conheci foi o contrário: o rapaz estava com apendicite e o médico disse que ele não tinha nada. Quando descobriram e operaram era tarde demais, o pobre acabou falecendo! Eu sou muito suspeita para falar de médicos, cada dia que passa fica mais difícil acreditar neles!

  8. Ai Borginho, não sabia que a sua mamãe tinha passado tão mal. Ainda bem que ela resolveu consultar um outro médico antes de sair fazendo uma cirurgia desnecessária.
    Como sempre, fico impressionada com a sua imaginação e como você consegue escrever sobre coisas comuns tornando a estória extraordinária. Adoro ler o seu blog (a tia lê todo dia, só não é muito de comentar):)
    Por último, a sua foto no colinho da sua mamãe está a coisa mais linda, ela passou para mim exatamente a sensação que você deve ter sentido quando sua mãe passou a noite fora e o alívio que foi ela voltar para casa “sem nenhum pedaço a menos”. Um beijinho em você e na Christie e melhoras para sua mamãe. Ah, e seja bonzinho com seu papai, ele deve ter tomado um baita susto!

  9. Borginho, tive que parar um pouco de ler seu texto logo no primeiro parágrafo. Sei que Apendicite é uma coisa muito séria mas dei altas gargalhadas com a Apende City, kkkkkkkkkkkkk
    Que bom que a mamãe está bem e voltou pra casa. Como diz meu médico, barriga de mulher é mais complicada do que a cabeca: tem um monte de coisas lá e todos os orgãos juntos e às vezes, não é nada sério, gracas a Deus! Que sua mamãe continue melhorando! bjks

  10. Puxa vida Borginho, que susto hein? Ainda bem que a Mamãe tá de volta sã, salva e inteirinha!
    Concordo com a tia Vivian aí em cima, a sua foto no colo dela transmite muito bem o alívio que você deve ter sentido. E mais, imagino que deve ter sido tão grande quanto a alegria dela em poder tirar essas fotinhos com você e com a Christie! E a carinha da Christie de alívio, abraçadinha? Meigo!!!
    O texto, como sempre, está demais! É transparente, a gente até vê o outro lado, você, a Christie, o Grey, o Vovô, a Vovó e principalmente o Papai desesperados com a saúde da Mamãe!
    Família linda!

    • Verdade Katia, Borges escreve tão bem que assim que começamos a ler já vem na cabeça a cena de toda a família correndo para ajudar a mamãe e os dois preocupados tentando entender essa tal cidade Apende!! kkkkkkkkkkkk

  11. KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!
    O assunto é sério, eu sei, mas Apende City???????
    KKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKKK!!!!!!!

  12. Poxa Borginho, que ponto nós chegamos, né? Eu me pergunto como será o futuro da humanidade, pq hj tudo se trata de dinheiro, pq oq levaria um médico a dizer q vc tem um problema sendo que não tem? Eu acho q seja pra lucrar mais com procedimentos… triste. Por isso q eu prefiro megulhar na gatidade e so vir pra humanidade quando for preciso!

  13. Puxa Borginho, fiquei preocupada com a sua mamãe!
    Que absurdo não! Esse pessoal é realmente sem noção da importância da vida das pessoas!
    Mande um abraço e melhoras para a sua mamãe!

  14. Sou solidária assim como todas as tias , Borges….de uma abraço na mãe e cuide dela,aproveite o carinho que só uma mamãe louca por voce e pela sua irmã pode oferecer….bjo da tia

  15. Nossa Borginho que desespero en! Mas infelizmente não é só na apende City que isso ocorre kkkkkkkkkkk, a maioria do pessoal da minha família trabalha em hospital e eles veem cada coisa terrível que os médicos fazem, inclusive diminuir a capacidade de algum aparelho para que a pessoa morra logo e alguém com um plano de saúde melhor fique internada no lugar… É horrível, temos que torcer para nunca precisar de um hospital, seja ele público ou particular!!

    Melhoras para sua mamãe e curta muuuuito o colinho dela!!

    Lambeijo.

  16. Borginho, sou médica( não do tipo que fatia mamães) e trabalho no pronto-socorro da minha cidade( que não é Apende City).
    Mas, na Medicina dos humanos é assim: havendo dúvidas, deve-se procurar uma segunda opinião, observar mais um pouco, reavaliar sempre.
    Às vezes precisa “amassar pãozinho” na barriga da mamãe várias vezes, até ter certeza.
    Mas diga a ela pra não perder a confiança nos bons médicos. Profissionais bons e ruins existem em todas as áreas.
    Aproveite bem sua mamãe!
    Lambeijos!

Deixar uma resposta para Marcita Cancelar resposta