traidor

Atrás dos da rua

Humanos,

Ele chega em casa com cheiro de outros, já sabemos que saiu para vadiar. Se não bastasse ter três gatos em casa, ainda chega com cheiro de gato de rua. Ele se deita no chão, acaricia qualquer um, se deixar té beija. Sabe nem o nome, sabe nem a procedência, não faz discriminação qualquer, ele deita com os gatos na rua e trata como se fossem seus. Não tem medo de arranhão, doença, alergia, não tem medo de má companhia. Na rua, por todos os gatos, é chamado de amor. Mas, aqui em casa, quando volta, só o chamamos pelo apelido de traidor.

Borges, o gato.

traidor

2 comentários em “Atrás dos da rua

  1. Mas, Borges, se é um sem nome qualquer, basta olhar a foto. Com certeza o nome dele é bigode (ou Chaplin!!).

Deixar um comentário