327

Cavando

Olá, fãs.

Como disse há uns dias, estou elaborando meu plano de fuga para o mundo. Afinal, se mamãe e papai temem tanto que eu fuja e não volte mais é porque no mundo lá fora deve ter algo muito bom que me impeça de voltar. Por exemplo, se lá fora só houvesse desgraça, gente violenta, comida ruim, por que raios mamãe teria medo que eu não voltasse? Mas, continuo com minha teoria que lá fora deve haver cachoeiras com caldinhos de sachês.

Hoje comecei a cavar. Peguei a minha pá da areinha e a da Christie e combinamos fazer um túnel imenso no chão que, segundo meus cálculos, ele nos levará até o Japão. O Japão, pelos meus estudos, é um país que gosta muito de gatos, tanto que há várias esculturas de um gatinho branco chamado Manekineko. Imaginem, eu chegando no Japão e as pessoas achando que eu sou o Manekineko vivinho em carne e osso! Eu ia andar pelos ruas e todos iam me apontar: lá vai o Manekineko! Outros iam vir me fazer pedidos, me acariciar!

Porém, assim que começamos a cavar e demos as primeiras surras de pá no chão, Christie olhou pra mim e falou:

– Borginho… lembrei de uma coisa.

– O que Chrisite?

– Estamos no segundo andar, não é melhor começar a cavar lá embaixo? Senão a gente vai cavar muuuito só pra chegar lá.

– Bom, é verdade… acho que calculei mal, podemos começar outro dia então.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

327
Eu pronto para cavar com minha pá branca
328
Christie pronta pra cavar com sua pá preta

10 comentários em “Cavando

  1. Ah Borginho … Não – o mundo é cruel para os gatinhos… Acredite em nós, q te amamos d+! Esse final me lembrou Pink e Cérebro – q tds as noites planejam conquistar o mundo! Então é isso – amanhã vcs começam a cavar… Amo vcs 2! Até o Grey – to com saudade dele! Ele está bem? Lambjs!

  2. Borginho, veja por outro ponto de vista, seus pais temem que saia justamente porque há gente ruim lá fora e receiam que não volte devido a coisas ruins que podem acontecer com gatinhos na rua. Entendeu, dindinho da tia? Ai, querido, kkkkkk… cavar do segundo andar, rsrsrs… ainda bem que a Christie teve essa “sacada”, kkkk… Bjs.

  3. Borges se tem um pais onde eles amam gatos é o Egito lá eles tinham um deusa gato chamada Bastet e essa deusa criou uma lei que era assim o se alguém matasse ou mal-tratasse um gato ele teria pena de morte e quando os gatos morriam eram momificados igual ao seus donos e em sinal de luto quando os seus amados bichanos morriam os egípcios raspavam as sobrancelhas

  4. Borginho,
    Vc nem deve saber atravessar rua, sabe?
    Pois então… Esse é o menor dos perigos que vc enfrenta na rua…
    Tem também um veneno chamado chumbinho, tem gente que chuta gato na rua, tem buraco que vc entra e não consegue sair, tem árvore alta que vc sobe e não consegue descer, tem gato de rua que tem doença e vai brigar com vc e te passar doença, tem cachorro que não gosta de gato e morde, tem a possibilidade de vc ir passeando pra tão longe que depois não vai saber voltar… e aí vc vai ter que virar um gato de rua, pedinte, desses bem sujinhos, cheio de verme e nunca mais, eu disse NUNCA mais vai comer sachê com caldinho…
    Ainda quer ir pro mundo lá fora??????
    Pra isso existem os livros, pra gente viver aventuras do mundo sem se arriscar! Na segurança de casa…
    Afffffff………….

    • Ta certo tia, tem muito perigo. Borges leia o “Borges pergunta sobre as ruas”, e reveja o tanto de história triste, inclusive a minha!!!

  5. E lembrem que essas pás são furadinhas…deixam escapar toda a escavação…dá muito trabalho! Melhor ficar no conforto do lar,não é?

  6. Ô Borginho eu coleciono Manekineko. Fiquei aqui imaginando um seu e outro da Christie. Iriam ficar as coisas mais fofas!!!

    Ah e realmente lá no Japão eles gostam muito de gatos…como o País não tem muito espaço nem para os humanos, imagine para ter bichinhos em casa…Daí eles tiveram a ideia de criar espaços chamados “cat cafés” onde os japoneses vão lá apenas ficar com os gatos acariciando, brincando, alimentando… Eu adoro o Japão!!!

  7. Borges, cabeça dura, já não falamos que na rua não tem nada de bom? E que essa cachoeira de sachê é só na gatidade? Já pensou num tanto de gatinho que daria tudo para não conhecer a rua? E vc ai querendo sair!!! hun

    Mas sabe um lugar legal? A Tailândia, foi lá que a ‘mania’ de ter gatos começou, lá sim eles são amados. Mas fica muito longe da mamãe e do papai que tanto te amam e te garanto que vc não vai encontrar nenhum fã seu lá.
    Lambeijos

  8. Borginho, sua mamãe não quer que você saia porque tem coisas ruins lá que podem te impedir de voltar ou fazer você voltar doente, machucado. Tem pessoas que jogam pedra, água fervendo, que bota bombinha no gato, que dá veneno dentro de pedaços de carne, que bate com barra de ferro, que liga o carro com gatinho dentro do motor, que pega o gatinho pelo rabo e roda… tudo isso eu já VI acontecer com amiguinhos seus, quero dizer, vi as consequencias desses atos. Fora as outras coisas já mencionadas aí antes. É horrível, Borginho, as pessoas se incomodam com os gatos, se incomodam quando eles estão namorando no telhado, com as brigas. Fique em casa que é melhor.

Deixar um comentário