crianca3

Crianças não decidem

Humanos,

Crianças não tem vontade própria. Pais dizem “não”, pais carregam pra lá e pra cá, pais decidem a hora de comer, dormir…. As crianças até tentam se revoltar: choram, pedem coisas, batem o pé… mas, ao final, os humanos cedem só no que lhes é confortável. Dependesse apenas das vontades das crianças, todas as paredes estariam riscadas, comida espalhada pelo chão, brinquedos misturados com potes da cozinha, pois tudo é brinquedo. Mas, não, as crianças são controladas por humanos. Pior que isso é quando se tem uma criança mais nova ainda, um bebê, aí, pobre, não tem vontade alguma. Até Chico toma decisões sobre a vida de Cremosa. Hoje, ele decidiu que ela precisaria ser esmagada pelas mãos dele. Pobre Cremosa, em seus olhos brilhavam a total impotência e submissão.

Borges, o gato

ser-crianca

crianca2 crianca3

1 comentário em “Crianças não decidem

  1. Borginho,

    vejo que todos, felinos e humanos, babam pela Cremosa. Até o Chico. E ele vai além: também baba na Cremosa 🙂

Deixar um comentário