320

Diante do Portal

Fãs,

Acho que o mundo lá fora deve ser muito bom, por isto que mamãe não quer que eu o conheça, pois ela teme que eu goste mais do lado de fora do que esse lado aqui de dentro. Hoje, passei o dia em frente ao portal, tentando entender porque ele foi lacrado (se você não leu o primeiro texto sobre a passagem secreta, clique aqui). Imaginei que se ele estivesse aberto eu poderia conhecer tudo que passa na televisão e as coisas que não passam também. Fiquei imaginando que lá fora deve haver grandes plantações de petiscos, ruas repletas de bolinhas de papel, infinitos terrenos com muita areia, correntezas com águas fresquinha, cachoeiras de caldinho de sachê.

Christie me disse que tem um plano para abrir outro portal e que já viu vídeos no youtube de ladrões que fogem de presídios usando apenas uma colher. Então estamos pensando, em um dia que mamãe e papai estiverem na rua, em pedir para o Mario Grey trazer uma colher até o quarto e começaremos a cavar. Mas caso o Mario Grey não queira colaborar, vamos cavar com nossa pazinha da areia mesmo. Christie disse que também recomeçará a roer as redinhas de proteção, mas que tentará ser mais discreta ainda dessa vez. Assim que formos até o mundo lá fora, vamos poder provar pra mamãe o quanto somos corajosos e ainda vamos trazer vários presentinhos pra ela. Dizem que na rua tem cada ratazana imensa e cada barata cascuda que não dá aqui por estes lados de casa. Ela vai amar.

Ass.: Borges, o gato.

319 320

12 comentários em “Diante do Portal

  1. Borginho, essa sua descrição do que imagina ter do outro lado do portal, é a idealização da gatidade, no mundo dos humanos não tem nada disso. Desculpe a sinceridade, meu querido, mas não existem plantações de petiscos, tão pouco bolinhas de papel pelas ruas, a não ser aquelas que humanos sem educação jogam sem a intenção de que um gatinho brinque. Seus pais sabem o que é melhor para vc e sem dúvida é ficar dentro de casa, então, desista do portal, querido. Se quer ver o mundo, bom, vc tem acesso à internet, dá uma espiada, vai ser decepcionante, sinto muito, mas o melhor lugar do mundo, enquanto não vamos para a gatidade, é dentro de casa, rs. Bjos, lindo.

  2. Ai Borginho você e suas ideias mirabolantes…
    Não esquenta com ratazanas e baratas cascudas, sua mãe prefere você seguro dentro de casa. E outra um gato como você, que ama livros não precisa de nada do mundo lá fora.
    Boa semana pra ti e sua família!

  3. Borginho, sossega menino!! Lugar de gatinho é em casa com papai e mamãe .. rua não é nada bom!! Não vê o quanto as titias, como as da Árvore de Noé, lutam para tirar os gatinhos de lá? Então?
    Vc tem o reino para explorar, além de todos os seus livros, então fique bem quietinho, vcs dois, Borges e Christie, nada de fugas, viu?

  4. Eeeee Borginho eu sei que faz parte de vc ser curioso e querer saber o que tem além deste portal, mas como seus pais devem ter dito e nós fãs estamos de dizendo não tem nada de bom além disso!!! A vida de gatinho de rua é triste, e não existe limite para a maldade dos humanos… E nada melhor do que ficar em casa, comer um sachezinhoo, tirar uma sonequinhaaa, correr atras de uma bolinha de papel, coisas assim!!! Sossega meninoooo, bjoooosss

  5. Borginho, vc é fascinante!
    Às vezes vc é mais maduro e sábio que qualquer um de nós. Às vezes é de uma ingenuidade que me corta o coração…
    Vem pro mundo não Borginho… Se eu pudesse, nem eu mesma saía de casa…
    Fica quietinho aí com a Christie e com o Mario Grey.
    O mundo lá fora dá medo…
    🙂

    • Disse tudo dia Ethel, as vezes eu e minha mãe temos vontade de nunca ter que sair de casa.. Tenho medo de algumas coisas desse mundo!!

  6. Borginho não fique caçando chifre em cabeça de cavalo.. Esse negócio de portal não é bom, infelizmente nós não desfrutamos de grandes plantações de petiscos, ruas repletas de bolinhas de papel, infinitos terrenos com muita areia, correntezas com águas fresquinha e muito menos cachoeiras de caldinho de sachê..
    O mundo é perigoso, principalmente pra sua irmãzinha, fique quieto ai e deixe as ratazanas e baratas quietas, mamãe não vai querê-las!!
    Lambeijos e juízo !!!

  7. Borginho, você é um anjinho inocente, não queira ir pra rua. Tem muuuita gente ruim que faz maldade com os animais, coisas que você não consegue nem imaginar como alguém tem ideia e coragem pra fazer certas coisas, principalmente com gatos, que são estigmatizados e fica pior ainda pra Christie, que é pretinha. Alguns humanos têm umas besteiras, acham que gato preto dá azar, que gato é bicho do mal, ingrato e um monte de bobajadas, nem queira saber. Fique aí no seu Christelo, sonhando com as cachoeiras de caldinho de sachê, ó, vou te dizer que na rua não tem.

Deixar um comentário