dica_de_cuidado_titulo

Dica de Cuidado 12 – Protocolo Vacinal em Gatos com a tia Vivian

dica_de_cuidado_titulo

Olá, fãs!!! Hoje a tia Vivian vem falar sobre vacinação. Prestem muita atenção, pois como bons pais e mães de gatos, não basta dar carinho nos filhos, tem que cuidar da saúde deles. Então, tirem todas as dúvidas aqui porque ela traz uma novíssima nova novidade sobre o prazo das vacinações. Lambeijos

Ass.: Borges, o gato

——————

vivianOlá, tudo bom? Hoje vamos conversar sobre vacinação dos nossos gatinhos.

Você está acostumado a levar seu gatinho para a vacinação anual, não é mesmo?
Nós, médicos veterinários, estamos começando a mudar os protocolos vacinais e é importante que vocês entendam o porque disto. Antigamente nós usávamos o mesmo sistema para todos os gatos, mas devido aos avanços tecnológicos e ao maior conhecimento da imunologia (estudo das defesas dos organismos), hoje já é possível adaptar o melhor esquema dependendo do estilo de vida, potencial zoonótico, risco de exposição, se mamou ou não o colostro da mãe, entre outros fatores. Ou seja, não existe uma receita de bolo.
Gatos 100% domiciliados, ou seja, que não têm acesso à rua, que já passaram por todo um protocolo de filhote e não fazem parte de colônias ou abrigos podem realizar a vacina quádrupla felina e raiva a cada 2 ou 3 anos. Basicamente aumentou-se o intervalo de vacinação por 2 motivos:
1- Felinos podem ter o Sarcoma de aplicação, que é uma nodulação no local onde foi aplicado a vacina ou qualquer medicação subcutânea. Esta nodulação geralmente possui crescimento rápido e após o diagnóstico, o mais prudente é realizar a retirada cirúrgica com margem de segurança. É provável que o causador dessas tumorações se dê por uma reação exagerada do organismo do gato, que age contra o adjuvante da vacina, que nada mais é que o veículo que mantêm a eficácia do produto. Ocorre em 1 a cada 1000 gatos, mas quando ocorre, é bem desagradável. Reduzindo-se a quantidade de aplicações, consequentemente consegue-se reduzir a incidência do sarcoma de aplicação.
2- A revacinação anual foi baseada nos rótulos das vacinas, que indica validade de 1 ano. Porém já se sabe que este ano é referente a duração mínima da imunidade, ou seja, o laboratório garante que a vacina aplicada vai durar no mínimo 365 dias, mas estudos imunológicos já tem mostrado que as células de defesa dos animais permanecem ativas por pelo menos 3 anos.
Esta vacinação já é feita mais espaçadamente nos Estados Unidos e Europa pois os laboratórios de lá fazem exames de sangue que detectam as células de defesa e se a vacina aplicada anteriormente ainda protege o animal. Ou seja, ao invés de ir para vacinar, o animal coleta sangue e dependendo do resultado, é aplicada uma nova dose ou não. Esperamos que esta tecnologia chegue num futuro próximo para gente.
Só o seu médico veterinário é capaz de definir o melhor protocolo para o seu animal pois nem todos os felinos vão se encaixar nesta categoria vacinal. Caso seu animal venha a realizar vacinações mais espaçadas, não se esqueça de levá-lo anualmente para um check up.
Um Beijo!
Vivian Lage de Oliveira
CRMV-RJ 10858
Especializcação em Clínica Médica de Pequenos Animais
Formada pela UFF
Pet Paradiso: 3ªs, 6ªs e Sábados
Rua Barão de Mesquita, 359
2234-7775 ou 2574-9589

3 comentários em “Dica de Cuidado 12 – Protocolo Vacinal em Gatos com a tia Vivian

  1. Nooossa! Nunca ouvi falar do sarcoma de aplicação. Vou ficar de olho na Lola e no Francisco. E aguardar que esses avanços cheguem o quanto antes por aqui.
    Beijinhos e obrigada pelas dicas.

  2. Nossa que ótimo, vc adorou né Borges?? Tomar vacina a cada dois anos..
    Muito obrigada tia Vivian, vou falar com a vet dos meus pequenos. Beijos

Deixar um comentário