115

Divã do Borges 10 – Alice em busca do país das maravilhas

diva

Olá, fãs, clientes, pacientes.

Hoje temos aqui o caso da gatinha Maria Alice, através de sua mamãe Regina, mais conhecida como tia Rê.

O relato:

Socorro, Borges, seu lindo!!!

Tenho em casa uma mocinha chamada Maria Alice, ela tá fazendo 6 meses dia 24/01
Ela é muito brigenta, Borges, eu vivo com mordidinhas e unhadas no braço e na canela, pq ela adora morder e sempre me pega de surpresa ou quando eu tento pegar ela no colo pra “tentar” fazer carinho, ela não gosta, fica muito brava quando pega ela no colo!!
E quando meu irmão e minhas sobrinhas vão em casa??? ai ela vira o capeta, parece possuida, rsrs

Na virada do ano ela me aprontou uma, entrou no cio com 5 meses!!!
Tranquei a casa toda e 10 dias depois ela operou uffa, engraçado que enquanto tava no cio e até qdo operou e colocou a roupinha pra tampar os pontos ela tava mansinha, carinhosa… mas agora que tirou os pontos parece que ficou até mais brigenta.

Já até me aconselharam dar a Maria Alice embora, mas eu adoro ela, mesmo ela brigando tanto comigo.

Por favor, você pode me ajudar querido??

Estou enviando uma fotinha dela na pia e outra com a roupinha cirurgica

Bjus
Regina
Campinas/SP

Análise:

1 – Tia Rê, tenho recebido vários casos como o seu: gatinhas nervosas, gatinhas que parecem possuídas, isto é um fenômeno muito comum e, na maioria das vezes, passageiro, uma espécie de TPM Felina. Ah, não, TPM não é o que vocês estão pensando, TPM é Tá Precisando Miar. Sem dúvida é uma síndrome que ataca gatinhas que têm se expressado pouco para o mundo.

2 – Sobre a antecipação do CIO: tia, esse mundo tá assim mesmo, cada vez mais cedo essas crianças tão virando mocinhas, já ouvi de casos que a gatinha entrou no CIO ainda na barriga da mãe. Mas, pense pelo lado positivo, no lugar de ser CIO, podia ser a CIA, imagina a polícia dos EUA batendo aí na sua casa.

3 -Enquanto estava com a roupinha estava calminha, depois que tirou ficou nervosa… huuummm…. tia, tem certeza que colocou roupa cirúrgica, não era camisa de força?

4 – “Já me aconselharam a dar a Maria Alice” – Mande-os ir enterrar cocô, tia.

Soluções

1 – Sobre a  TPM (Tá Precisando Miar), monte um blog para ela e verá como isso vai melhorar. É pura falta de espaço para se expressar.

2 -Se ela está arranhando, mordendo, muitas vezes é carinho e brincadeira. Tente brincar com ela de outras formas, pois já vimos que ela não gosta de colo. Lance bolinha de papel, use fitinhas pra  caçar e compre um arranhador bem grandão!

3 – Dar a gatinha, jamais é a solução. Imagine quando você ficar uma velha caduca, chata e reclamona (ainda mais), será que a Maria Alice também vai querer dar você?

4 – Para viver em harmonia, é importante entender os sinais da gatinha. Nem sempre as brincadeiras e carinhos que ela quer é a que você quer. Deixe que ela se expresse e vença a TPM, tente entendê-la, olhe nos olhinhos dela. Com certeza este é só o começo de uma relação, vocês ainda terão grandes histórias para contar e viverão em um país de maravilhas!

Vamos para o próximo caso?

Ass.: Dr. Borges, o gato – @borgesogato

DSC03686
A bela Maria Alice tentando esfriar a cabeça na pia
115
Maria Alice com camisa de força

23 comentários em “Divã do Borges 10 – Alice em busca do país das maravilhas

  1. Tia Re,

    O meu gatinho também era assim, é que quando são novinhos eles querem mesmo é fazer brincadeiras e não gostam muito de colo.

    Hoje ele que me procura para ficar no colo, dormir juntinho, e a atividade preferida dele é brincar com bolinha de papel, e é super carinhoso, um fofo. Fica me esperando na porta na hora que chego.

    Paciência Tia Re, logo ela vai descobrir que carinho de mãe é a melhor coisa.

    Não dê ela não, ela é muito linda.

  2. Que maldade de quem diz pra dar uma coisinha tão linda dessas!!
    É questão de adaptar-se mesmo: a mãe adaptar-se ao tipo de brincadeira que a filha gosta e da filha em aprender a brincar com os novos brinquedos que a mãe vai dar! rsrs

  3. Eu condordo com o Borges, os que te aconselharem a mandar ela embora, mande-os ou embora ou enterrar cocô…que absurdo, e agora se manda embora um filho só pq ele é rebelde?? hummppfftt!!

    Bom pra Regina posso dizer que na minha casa temos um neguinho que é bem assim do nada ele pula nas pernas de alguem, e já rolam arranhoes e marcas… mas uma coisa que parendi apos assistir alguns epsódios do programa “meu gato endiabrado” do Jackson Galaxy é que quando os felinos apresentam comportamentos agresivos é pq ou estão sem espaço para chamar de seu ou não estão brincando o suficiente para liberar energia, então procure ter brinquedos e cansar ela assim o comportamento vai melhorando 🙂

  4. E se o lance da Maria Alice for que ela gosta de roupas?
    A tia Rê devia comprar algumas pra ela e ver como ela se comporta hehe.
    Borginho, suas análises são ótimas!!!
    Beijokas

  5. Que gata linda!
    Um dos meus gatinhos também tem muita energia e gosta dessas brincadeiras mais “violentas”. E quando ELE quer, pede carinho. Outra gatinha acha que tem que passar o dia inteiro no colo ou sendo acariciada, rs.
    Cada um tem uma personalidade e um gatinho sozinho costuma se encher de manias. Quando temos mais de um, costumam brincar um com outro, que nem crianças: eles se entendem.
    Ou espera o tempo pra ela se acalmar (e essa tempo é dela), ou arruma um irmãozinho pra ela, preferencialmente enquanto é novinha!
    Boa sorte com sua linda Alice!

  6. A Regina é mamãe de gato de primeira viagem? Às vezes a gatinha não gosta de colo porque não estão sabendo pegar ela direito e a deixam numa posição incômoda.

    Eu mandaria a ela assistir aquele programa “Meu gato infernal” do Jackson Galaxy no Animal Planet (em inglês é fácil de achar, mas em português talvez tenha no youtube).

    A maioria dos gatinhos violentos acabam assim porque não tem brincadeiras suficientes para gastar energia ou as brincadeiras que o dono quer não são as mesmas que o gatinho gosta. Às vezes a gatinha pode ter problema de auto-confiança e ataca porque não tem para onde se abrigar ou ter paz. A instalação de prateleiras altas onde ela possa passear à vontade costuma ajudar nesse problema.

  7. Tive uma gatinha chamada cléo (Cleópatra), que era muito bravinha tb… Mordia e arranhava, rosnava e atacava pessoas estranhas… Viveu 13 anos comigo e acabou morrendo de câncer. Bom, a cléo era assim… Mas também era carinhosa… Quando queria vinha e pedia carinho, gostava de se deitar sobre minha barriga, e ficava sempre por perto. Carinho na cléo era por pouco tempo, e quando ela não queria mais, mordia mesmo. A cléo me ensinou a reconhecer seus sinais e entender quando dar carinho ou quando deixar ela quietinha. Outra coisa que aprendi com ela foi dormir sem me mexer durante a noite, pois ela gostava de deitar no meu pé e se eu me mexesse ela atacava sem pena! Rsrsrsrsr mas a cléo também era obediente, e como eu a respeitava, ela também me respeitava e obedecia. Bastava eu dizer não que ela parava os ataques contra quem fosse. E ela vinha sempre que chamava… E também gosta sempre de ficar por perto… Isso foi acontecendo aos poucos… Conforme fomos nos conhecendo e ganhando a confiança uma da outra. Cléo não gostava de colo. Uma coisa que achei muito interessante foi que um belo dia cléo parou de se deitar sobre minha barriga e poucos dias depois, descobri que estava grávida. Cléo só voltou a se deitar sobre mim após o nascimento do meu filho, durante toda a gravidez ela ficava do meu lado, mas nunca sobre minha barriga! Tenha paciência, cada animal tem sua própria personalidade, e mesmo que Maria Alice não se torne uma gatinha grudenta, carente e ronrosnenta ela irá sim te amar e se tornar sua grande amiga, do jeitinho dela. Bjs!

    • Samira, achei muito interessante a sua gata ter sentido a existência do seu filho antes mesmo de vc saber. Isso prova como os animais são sensíveis e cuidadosos com quem eles amam. O que são mordidinhas e arranhões diante dessa grandiosa demonstração de respeito e sensibilidade?

    • Lindo depoimento, Samira! Fala de coisas muito importantes: saber respeitar o animal e sua personalidade, aprender a reconhecer seus sinais, confiança demanda tempo… Lindo!!!

  8. Coitada da MAria Alice… pelas fotos acho que a raça dela é a mesma que a do Mhyngau, meu filho.. ser briguento deve ser da raça mesmo. O mhyngau é fingido igual, só brinca quando quer.. mas adora morder e arranhar a todos. Adapte-se a ela, não dê.. é muito triste jogar um filho fora.

  9. Gente! Tenho uma filha, a Georgina, mais conhecida como Jojo, que quando entrou na minha vida (resgatei ela quase sendo atropelada numa rua movimentada), também era assim. Eu vivia toda arranhada e mordida pelo corpo todo…Ela era super atacada! Mas aí, a minha terapeuta me aconselhou a conversar com ela, e dar floral. Ela fez pra mim uma mistura de florais de Bach com os componentes que ajudariam ela, pra traumas passados, agressividade, medo, etc…E eu dei o floral pra ela por uns 3 meses. Aí, inclusive, depois disso, foi quando juntei ela com os meus outros 2 gatos (ela estava ficando no meu escritório, pq tava doentinha e eu estava tratando antes de levar pra casa), e aí, ela ficou um amor! Acho que a companhia dos outros 2 gatos pra gastar a energia acumulado fez ela ficar mais calma conosco, humanos! Fora o floral, que tbm ajudou…Então, se eu puder dar uma dica, seria: Arruma um amigo/amiga pra Maria Alice!
    Por a Jojo ser estressada e agressiva, fiquei com medo de juntá-la com meus outros gatos, achando que eles iam brigar. Mas, pra meu espanto, eles se deram SUPER bem! Ou seja, o problema dela é só com humanos mesmo! Quem sabe com a Maria Alice não é assim tbm?
    Enfim, boa sorte com essa lindona! Beijos!

  10. o meu Shami tem 5 meses e quando chego aqui em casa bem novinho, até tentei dar carinho botar no colo, ele não gostava de forma alguma, comecei a procurar brincadeiras que pudesse me aproximar dele sem levar tantas mordidas e arranhões, agora ele já está ficando mais calmo e até vem procurar colinho quando está com sono. Tudo é apenas questão de tempo e adaptação tanto do gato com o humano como do humano com o gato .

  11. Concordo com vc, Borginho ..
    “Dar a gatinha, jamais é a solução. Imagine quando você ficar uma velha caduca, chata e reclamona (ainda mais), será que a Maria Alice também vai querer dar você?”
    Existem pessoas que são realmente chatas, reclamonas, tem crise o tempo todo e quando mais velhas ficam piores e niguém se livra delas .. (tenho uma tia assim )kkkkkkkkkkk
    Então por que com os animais ninguem tem paciencia? Eles só querem ser amados, mas não necessariamente da maneira que nós desejamos.
    Animais também tem fases boas e fases ruins. Precisamos entender o que os chateiam e o que os fazem felizes, daí a convivencia passa a ser harmoniosa.

  12. Mais um caso resolvido, de forma exemplar! Análise precisa, perfeita! Ma. Alice é linda mesmo! Gatos costumam noa ensinar a aceitação. A Tapioca também não é de gostar de muita pegação. Mas é companheira, uma fofa! Do jeito dela. Aprendi a conhecê-la e amá-la do jeitinho q é! E sei q.sou correspondida. Vem me receber na porta, dorme na minha cama… e gosta mto de brincar! A propósito, a TPM é genial! Kkkkkk Parabéns!!! Bjs mil, Borginho! Vc é lindoo!

  13. Obrigada pessoal!!
    Aprendi e me diverti muito também com os comentários
    Fiquei muito animada com os depoimentos de quem tb teve uma ferinha que com os meses se acalmou, vamos esperar passar essa fase “pré adolescência” dela, rsrs
    Bjokas a todos

  14. Adorei a TPM!!!! Acho q a tia RÊ devia procurar no youtube o MEU GATO ENDIABRADO com Jackson Galaxy, e olha o segredo e a paciencia, e nada de mandar a Maria Alice embora, ah acho ate q deve ser mau de Maria, eu tenho uma Linda Maria, e ela nao gosta de colo ela arranha e gospe na gente, mas adora dormir embaixo do cobertor comigo, adora brincar com fitinhas e cordinhas, e as vezes ate mostra a barriguinha para um carinho gostoso. Ter um companheiro tbm ajuda, a Linda Maria as vezes brinca com o Zé, mas com a Loli e so treta, uma provoca a outra sabe? Mas não e nada serio! Meninas são fogo!!! Mas vão viver assim pra sempre!!!!!! Pq eu não me desfaço jamais das minhas gatinhasss

  15. haha.. Tá Precisando Miar foi ótimo!!
    Tia Rê manda esse povo enterrar cocô mesmo, dar gato não é solução de nada.. Ela é muito linda, um arraso de gata. Daqui uns tempos vocês vão se entender com ela;)
    Compre aquelas varinhas, com cordinha, que tem uma bola na ponta.De preferência, uma bolinha que tenha penas grudadas, eles adoram!!!!
    Beijo

Deixar um comentário