856137_416581165092964_1225533645_o (1)

Divã do Borges 15 – A gatinha da bunda suja

divã

 

 

Olá caros fãs, clientes, pacientes.

Hoje, recebo aqui em meu consultório a dona Paloma Andrade e ela traz sua filha Pancinha que tem um caso bem peculiar para nos contar:

O caso:

Boa tarde, gatonildos!

Tenho uma gatinha maravilhosa, seu nome é Hannah Arendt, vulgo Pancinha! É uma viralata linda, mas que tem um mau hábito horroroso. Não sei bem se é um mau hábito ou se é um problema físico… ela sempre usa a caixinha de areia, mesmo quando não estamos em casa (só moramos meu marido e eu com ela), sempre vemos que ela sujou a caixinha. Mas ás vezes, quando não vemos, estando em casa ou não, ela solta um pouquinho de coco em algum lugar da casa, e é bem pouquinho mesmo! Já vi também ela com o bumbum todo sujo, de ter que dar um banho pra limpar, já que ela tem pelo médio… Não sei o aconteceu, achei que fosse medo de ficar sozinha, mas ela usa a areia, acho que ela nem percebe que solta um pouquinho de sujeira… Tem alguma dica? Please!
 
Obrigada!
Pancinha e Paloma!
Análise do caso:
1 – Olha o naipe da mãe, como ela cumprimenta um distinto doutor como eu: “gatonildos!” Quantos ela tá vendo aqui nesse consultório?
2 – Mãe que coloca o nome na filha de Hannah Arendt é provavelmente historiadora, anotem isto aí.
3 – “Mau hábito ou problema físico, eis a questão!”
4 – Gatinha de pelos médios.
5 – “Medo de ficar sozinha” x “ela nem percebe!”
Soluções:
1 – Cara Paloma Andrade, como historiadora você deve saber que é necessário juntar os vários cacos da história, como diria Benjamin. Além disto, é preciso dar voz ao oprimido e não só ouvir a versão da opressora (nesse caso, você) que intimida sua filha, obrigando-a que faça as necessidades sempre sob vigilância. Parece que a ordem de vossa casa é aquela já alertada por Foucault: “vigiar e punir.” Mas, como punir? Expondo a pobre gatinha bunda suja e colocando-lhe apelidos como Pancinha!!! Não esqueça, seu nome é Hannah Arendt e ela conhece as “Origens do Totalitarismo”!
2 – Provavelmente ela é uma gata filha única e filhos únicos são relaxados quanto ao cocô, afinal, pra que cuidar tão bem dele se outro não irá usar o banheiro?
3 – Pode ser sim que ela tenha medo, afinal, acha que a expressão “se cagando de medo” surgiu do nada?
4 – Como ela é uma gatinha de pelos medianos, o ideal é que ela leve uma tosada nesses pelos bundais para não ficar sempre grudando uma massaroca ali, senão pode acabar virando cimento. E, cimentando a parte traseira, por onde sairá mais? Assim, ela corre o risco de explodir.
5 – Se é um mau hábito ou uma questão física e a dúvida persiste, há que levá-la ao veterinário, pois eu sou só psicólogo e só trato da psiquê da felina e da sua mãe humana.
6 – Juntemos os cacos da história: a gatinha precisa levar uma leve tosa bundal, passar a ser chamada pelo seu nome e não por apelidos vergonhosos, pois isto pode estar piorando a situação (mulheres não gostam que falem de sua pança), isto fará com que tenha menos medo do mundo. Além disto que já foi dito: verifique se a areia está sempre limpa e se está em um lugar agradável e com privacidade para que ela possa ficar o tempo que quiser. O tamanho do pote deve ser, pelo menos, uma vez e meia o tamanho do gato.
Espero ter juntado os cacos da história e formado um belo mosaico.
Até
Borges, o gato – @borgesogato
856137_416581165092964_1225533645_o (1) 735119_408814489203241_544745671_n
Hannah, a gatinha que é bunda suja, mas quer ser uma bunda limpa.

8 comentários em “Divã do Borges 15 – A gatinha da bunda suja

  1. KKKKK, Borginho, você ganhou seu título de Doutor agora, depois de juntar Michel Foucault, Hannah Arendt e Walter Benjamin numa salada, opa, análise só!!!! Mas o melhor de tudo foi o risco de explodir, rsrsrs! Que intelectual esse divã de hoje!

  2. Doutor, concordo em partes. Provavelmente Hannah teve dificuldades na fase anal aliada à uma criação opressora manifestando-se nesse comportamento libertário de dar cagadelas pela casa.
    Chupa Freud

    Tia de branco nela.

  3. Borginho, é importante dizer que a caixinha de areia deve ser sempre colocada em local o mais longe possível da vasilha de comida, gatinhos são muito limpinhos e ficam com nojo se estiverem muito próximas.
    Beijocas

  4. Borginho, tô rindo até agora da solução número 4 até agora!
    Juntar pelos bundais, massaroca e risco de explodir foi demais… 😀
    Beijos!

  5. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Borginho, estou precisando de uma consulta, pq estou cd dia mais ‘doida’ pelo divã!!!!!! kkkkkkkkkkkkkkk Análise perfeita! ‘olha o naipe da mãe’, ‘pelos bundais’… kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Ahhhh… certamente os cacos formaram um lindo mosaico! Te amo, Borginho!!!!!!!! Borgiana doidinha por vc!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! <3 <3 <3 <3

  6. Borginho a sua analise caiu como uma luva, acho que a Pancinha, quer dizer Hannah tem que ir na tia de branco,como mãe sei que é mt chato ficar limpando cagadelas pela casa. Eu recentemente resgatei um gatinho, tenho 3 em casa, com ele 4, tenho 3 caixinhas, sei que devia ter 4 porém uma da minhas gatas não gosta da caixinha, ela vai na areia que fica lá fora, pra resumir, o gatinho começou a mijar no tapete, mesmo com a caixinha limpa ele mijava no tapete então eu tirei o tapete e o problema acabou! Só que o problema dela é mais grave, então só resta a tia de branco mesmo!
    Adorei o texto!!!!!! Como disse nosso amigo Sidney:

    Chupa Freud!!!!!!!!

  7. pelos bundais kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Muito boa analise a cada dia melhor na profissão en,kkkkkk. Tomara que agora a tia de branco resolva!
    Beijoss

Deixar um comentário