Divã do Borges 3 – Thor, o meu guri

divã

Caros fãs, clientes, pacientes!

Estamos diante de mais um caso intrigoso, intrigante, intriguento, intriGATO! Um caso que os humanos não podem solucionar, mas eu, Borges, o psicogato, posso! Recebi um e-mail de uma mãe que precisa ser ajudada, pois teme que seu filho possa acabar até mesmo detrás das grades! Vamos ao caso:

Olá. Meu nome é Marcia e sou mãe do Thor, um gatinho mto ativo e brincalhão. Ele tem uma mania q não consigo entender:ele carrega coisas. Todos os tipos de coisas: saquinhos plásticos vazios, retalhos de tecidos, abre as gavetas e tira as toalhas, já chegou a carregar até uma manta…nem sei como conseguiu. Qdo acordo tem um monte de coisas na porta do quarto q ele deve ter carregado enquanto eu estava dormindo. É até engraçado, mas será que é alguma neurose?? Por favor, gostaria da ajuda de vcs. Grata.

Márcia Cristina Roseira

Vamos analisar:

1 – Reparem que o gato possui o mesmo nome do filho do Eike Batista: THOR! Logo, ele já traz consigo instintivamente a certeza da impunidade e da liberdade por poder fazer tudo em nome de sua família rica.

2 – A mãe diz que ele tem mania de carregar coisas! Carregar coisas??? Tem mãe que é cega, né? Até onde sei isto vai contra a lei, logo, é roubo. Será isto mesmo????? Será que temos um ladrão em nosso divã?

3 – Reparem os objetos furtados: saquinhos plásticos vazios, retalhos de tecidos, toalhas, mantas.

4 – “É até engraçado!” Engraçado?? Esta, mãe! Ai, esta mãe. Mãe, conhece essa música? É pra você.

A solução do caso:

1 – Um caso como este é muito complexo, pois trabalha com hipóteses que poderão ir além do divã e acabar nos bancos das delegacias.   Porém, nem tudo necessariamente é o que parece e nem sempre o culpado é realmente quem parece. Entenderam? Não? Observem com mais calma, vamos ao 2.

2 – Reparem nos itens supostamente roubados: “saquinhos plásticos VAZIOS, retalhos, toalhas, mantas. Antes de trabalhar com a hipótese de roubo, prefiro trabalhar com uma das duas hipóteses:

                           a) Ele é um Artista! – na verdade, estes retalhos, sacos, mantas são objetos necessários para a escultura que está montando com objetos subaproveitados pelos humanos.

                            b) Ele sofre da Síndrome do Gato Friorento. Muitos gatos vivem enrolados em mantas, panos, cobertores faça frio, faça sol. É possível que este seja um exemplar destes. Como não tem nada para se cobrir, ele precisa furtar para não morrer de frio. É na verdade, não um simples roubo, mas uma luta pela sobrevivência. Mas, vamos continuar que pode não ser isto ainda:

3 – Para que o gatinho Thor não pegue mais as coisas, é possível agir de duas maneiras: a) Dê a ele as coisas, aí ele não precisará roubar. b) Tranque as portas e gavetas com chave.

4 – E a análise decisiva, a análise conclusiva, a análise final, a ANÁLISE DA FOTO que mudará todo o rumo de nossa análise. Olhem bem a imagem que chegou até mim, olhem atentamente a imagem do pobre Thor:

CAM00357Reparem que por trás da cara de gato louco, por trás dos panos supostamente furtados, está UMA MÃO! SIIIIM! Uma mão e gatos não têm mãos! TÊM PATAS! Então, isto significa que provavelmente estamos diante de um caso de ESQUIZOFRENIA MATERNA. Esta mãe rouba a si própria e incrimina o pobre Thor! É, fãs, o que parecia um grande mistério, aos meus olhos, tornou-se apenas mais um caso resolvido.

Não deixem de contribuir com os pareceres de vocês nos comentários!

Até o próximo caso na semana que vem.

22 comentários em “Divã do Borges 3 – Thor, o meu guri

  1. Borges, hoje você foi demais!!!! Um caso que não parecia ter solução… A mãe, a culpada! Esquizofrenia materna kkkkkk.

  2. kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Borginho, não consigo parar de rir! Vc se supera, a cd dia!!!!!!!!!!!!!!!! Olha, ontem à noite ouvi de uma outra gateira, que donos de gatos são doidos! Então concordo com sua análise, q transfere pra mãe o pseudo problema do pobre Thor! É o que td mundo acaba fazendo – colocando a culpa na mãe! Mas tbém sei q com doido ñ se discute. E tenho o dito! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk
    Te amo, Borginho! <3

  3. Posso tentar responder seriamente (se é que é possível, depois desse post! Rs)? A mãe do Thor deveria ficar muito contente, pois ele está claramente lhe trazendo presentes; reparem que ele sempre deixa as coisas na porta do quarto, que certamente considera ser a toca da “fêmea Alfa” da família!

    Como o Thor é um elegante felino de apartamento, ele presenteia com o que lhe cai nas mãos, digo, nas garras: sacos plásticos, paninhos… Se fosse gato de rua, seriam passarinhos, ratos, baratas e outras coisas mortas (e não tão agradáveis). Dos males, o menor, né? 😉

  4. KKKKKKKKKKKKKKKK; quando achamos que já lemos tudo, Borges se supera!kkkkkk
    Vc ta demais en..
    Mas será que além de culpa da MÃE ele também seria um cleptomaniaco?? Esse vídeo que a Rosangela mandou é real e já vi outros gatos que fazem isso -inclusive roubar peças íntimas femininas =0 -…

    Um beijão Borges, titia te ama muuuuito, e claro, Christie e tio Grey também estão guardados no meu coração. Obrigada por alegrar os nossos dias e fazer com que deixemos a preocupação e o estresse de lado..
    bjsssss

  5. Freud chorou de inveja no túmulo! Borges, aqui em casa, em Manaus, tem um sósia seu, o Gollum. Ele tem uma história incrível como a sua. Qualquer dia desses te mando uma foto dele, até os lindos olhos cor de âmbar como os seus ele tem. Beijinhos na pontinha do nariz.

Deixar um comentário