Divã do Borges 6 – Pra não dizer que não falei das fezes

divã

 

Olá, fãs, clientes, pacientes! Voltamos com mais um intrépido divã!

Desta vez um caso clássico da literatura psicológica felina: vamos tratar daquele tema que todo mundo adora: fezes!

Estava eu, sentado em uma poltrona de bytes de meu consultório virtual, quando recebi a minha sempre presente tia Cristiana Santiago. Abaixo os reclames:

O Relato:

Boa Tarde, Borges,

Estou tendo um problema com meus 3 gatos (Cindy, Tina e Pingo) que às vezes esquecem que há caixas de areia pela casa e fazem suas necessidades fisiológicas nos cantos da casaEmoji.

Eu tenho a Cindy há 4 meses, e desde sua chegada ela despreza a caixa de areia.

O Pingo e a Tina estão aqui em casa há 17 dias, chegaram doentes e estou seguindo as recomendações do veterinário dando as vitaminas e antibiótico para que fiquem saudáveis. Desde o primeiro dia já reconheceram a caixa de areia, mas parece que eles querem marcar território e fazem suas necessidades onde bem entendem.

Já tentei deixar a caixa de areia no banheiro, mas como moro com minha mãe, ela não aprova a ideia.

Eu borrifo a erva do gato na areia para se sentirem atraídos, mas às vezes não funciona.

Eu limpo as caixas de areia no mínimo três vezes ao dia, mas eu acho que na hora do aperto ficam cegos ou sem memória , pois vão usar os cantos da casa.

O que faço Borginho? 

Aliás, você e a Christie sempre usam a caixa de areia?

Por favor, Borges!! Ajude uma fã que esta cansada de tirar cacas dos cantos da casa Emojirsrs

Vamos analisar:

1 – Temos 3 gatos e caixas de areia (mas quantas caixas de areia são?)

2 – Presença de felinos novos na área.

3 – Tratamento médico.

4 – CatNip na areia! (eca!)

5 – Número de limpezas na caixa de areia, ok!

Solução do caso:

1 – Freud divide o desenvolvimento em algumas fases. A primeira delas é a Fase Anal (sim, exato!). Parafraseio aqui as Obras Completas do pai da Psicanálise: Há prazer, igualmente erótico – que não se confunde com genitalidade – em manter as fezes no seu intestino e ao depois despejá-las para fora de si! Ou seja, muito provavelmente seus gatinhos estão se divertindo demaaaaaais com essa cagação toda.

2 – Respondendo sua pergunta: claro que faço cocô na areia, tia!!! Sou um rapaz! Minha irmã também faz. Conversar sobre cocô com humanos é sempre difícil, pois é impossível entender como vocês jogam na água algo que nós enterramos.

3 – Gatos fazem cocô fora da areia por quatro síndromes básicas:

a) Síndrome do Nojinho – eles não suportam conviver com a areia suja (não parece ser o caso);

b) Síndrome do Olfato Bom Pra Cachorro Gato– Nós temos o olfato bom demais, então mesmo que você limpe a areia, vamos continuar sentindo o cheiro do outro por lá. Principalmente do xixi. Se nós não gostarmos um do outro, provavelmente não vamos frequentar a mesma areia. Por isto, o IDEAL é termos uma vasilha de areia a mais que a quantidade de gatos. Se você tem 3 gatos, 4 potes de areia. Sei que é difícil, aqui em casa mesmo até ontem só tinha 1 para dois, mas pode estar aí a solução do seu problema.

c) Síndrome do Onde eu Mijo é Meu – Gatos se comportam assim: se eu fiz xixi ali, é meu! Cocô também. Então eles podem realmente estar disputando território enquanto não se adaptam, se for isto, só irá parar quando eles tiverem totalmente adaptados. O gato que não enterra as fezes, geralmente é considerado o líder da casa. Pensa: é muita moral ir no banheiro e não dar a descarga, né?

d) Síndrome do Ei, Olha Pra Mim – Eles podem estar carentes ou padecendo de alguma enfermidade, então, possuem a necessidade de chamar a atenção. É sempre bom levar ao veterinário e comentar o problema. Pode ser que seja não só de ordem psíquica, mas também física.

4 – Tia, pelamordeCatGod! Não jogue CatNip na caixa de areia, eu por exemplo, adoro lamber e esfregar meu rostinho no CatNip, se você joga na areia seria a mesma coisa que eu ter que enfiar minha língua e minha cara na privada!!! ECA!!

Uma certeza é a seguinte, quando tudo estiver normal: os gatos adaptados, medicados ok, areias sanitárias corretas, isto irá parar de ocorrer. É questão de adaptação e o tempo vai depender da velocidade que estas coisas ocorram! Enquanto isto, comemore o prazer anal dos seus filhos! Freud explica.

Ass.: Dr. Borges, o gato

100_1143
Essa é a cagoninha 1 – Cindy!!
filhotes
Esses são os cagõezinhos 2 – Tina e Pingo

15 comentários em “Divã do Borges 6 – Pra não dizer que não falei das fezes

  1. Adorei sua página e este post. Aqui em casa são 3 gatos e todos usam desde que vieram uma bacia de areia…na verdade sílica…sem problemas. A sílica deixa o local mais cheiroso pra eles. Achei a melhor opção. Lambeijos e parabéns pela Veja Borges, amei.

  2. “Síndrome do Onde eu Mijo é Meu” é ótimo!!! Ri pacas aqui… rsrsrsrs…
    E falando em cocô, como ficou a divisão dos banheiros agora que Christie tem seu próprio banheirinho cor de rosa?
    Lambeijos Borginho.

  3. Nossa Borginho,depois de ler essa materia eu entendi pq o But não enterra suas fezes….. é o líder …. srrsrsr O lance de comprar mais uma caixa de areia é uma opção que tenho pensado muito,mas ate agora não houve problemas entre meus dois gatos!! Amooo ler seus textos,pq cada vez aprendo mais!!!

  4. Borges aqui no meu trabalho os rapazes tem a sindrome do onde eu mijo e meu, cmo vc disse eles tem a moral de largar seus restos nojentos no banheiro! Mas eles fazem pra me irritar pq ai ja dou uns gritos e eles morrem de rir. Mas aqui em casa com os tri-gatos tenho duas caixas de areia, e um monte de areia do lado de fora, pq a minha diva Linda Maria não se mistura de jeito nenhum, ela prefere a areia de fora e não deixa os outros usarem de jeito nenhum!

  5. Eu acredito q seja um problema físico mesmo Borginho, pq eles são mto bebês pra disputar território. Eu tive um gatinho q é extremamente limpo e começou a fazer em qqr lugar, ele ficava morrendo de vergonha, e estava doente. Enfim Borginho, nós humanos qdo bebês tb fazemos nossa caca em nós mesmos e toda mamãe amorosa tem paciência com isso. É só uma fase.

  6. Kkkkkkkk Amei!Análise perfeita! As síndromes são ótimas!!! Bjs pra vc, lindo! Meu psicogato preferido!!!!! <3

  7. Rsrs Adorei sua análise, Borges! Sensacional!! Estava pensando… qdo Beethoven chegou, a Kátia Flávia dominava a liteira grandona e coloquei uma menorzinha e noviiinha p/ ele e c/ direito a grade! Resultado: gastei dinheiro p/ nada! Rsrs Os 2 usam a mesma liteira! ela é uma lady mas o Beethoven… faz a festa! Rsrs Vou ver se consigo colocar a caixa de areia menor, de novo, em ação!! Ele chegou miudinho e tb fez cocô no lugar errado mas foi questão de tempo p/ aprender o caminho p/ areia!

    • Eles estão mais bonitos ainda, pois cresceram. E os dois filhotinhos sialata engordaram e não estão mais desidratados 🙂

  8. Obrigada Borges !!
    Desde o começo os três têm suas próprias caixas. De uns tempos para cá eles tem usado mais as caixas, de vez em quando acho uma caquinha aqui e outra ali.
    Depois da primeira semana que os novatos chegaram aqui em casa, todos começaram a se entrosar, inclusive a Cindy que cuida dos dois como se fossem seus filhotes.
    Foi boa a dica do Catnip, estava fazendo coisa errada e não sabia. # pelamordeCatGod!
    Interessante a citação de Freud, meus gatos realmente estavam se divertindo com essa cagação toda kkk enfim “ o prazer anal”

    Pra não dizer que não falei das fezes é um trocadilho com alguma música? kkk

Deixar um comentário