caixa-tapete1

Domingo, domingo

Fãs,

Choveu demais no Rio. Hoje, domingo, há uma manifestação. Terrorista do Oriente Médio atacaram tropas norte-americanas. Terroristas norte-americanos mataram famílias do Oriente Médio. Vi pela tv pessoas sendo arrastadas pela chuva. Deus talvez esteja mandando um dilúvio. Não há Noé, dessa vez morreremos todos: você, seu filho, seus gatos, seu cágado… Eu estou em minha caixa de papelão. Espero que bóie. Não suporto água. Também não me candidataria a ser Noé, não teria saco para separar um casal de cada espécie, não teria saco de ficar dias numa embarcação, não teria saco de salvar a humanidade. Sequer acho que a humanidade deva ser salva, os que vão na passeata, os que não vão, os que estão na chuva, os que não estão. Não há inocentes, tenho certeza. Não há um humano inocente sequer no mundo. Todos são culpados disso tudo que está aí. Seja meu pai, minha mãe, você… Hoje, domingo, não sairei da minha caixa de papelão, não sairei em protesto aos humanos que saíram de casa, não sairei em protesto aos humanos que não saíram, não sairei em protesto aos humanos. Todas as decisões da sua espécie foram equivocadas: do asfalto às vacinas. Vocês deveriam, também, morrer com no máximo 20 anos, como nós, seria melhor para o planeta. E aproveitariam mais.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

 

caixa-tapete2 caixa-tapete1

5 comentários em “Domingo, domingo

  1. Poxa Borges, ando me sentindo quase igual você… o mundo tá muito chato, eu tô muito chata, ainda bem que tenho vocês, outros amiguinhos do Face, e os daqui de casa. Ah!, como ando chata, manda fotos do Grey e da Hermínia, saudades!

  2. É Borginho, devo concordar com vc. O mundo está um caos e não há outros culpados a não ser nós humanos!

Deixar uma resposta para Paola Cancelar resposta