252

Escravo de quem?

Fãs,

Dizem que o animal pertence ao seu humano. Mas dizem também que, na casa, manda o gato. Diz-se que o humano é senhor de todas as espécies. Mas diz-se que, do gato, o homem é escravo. O gato é escravo porque se torna refém de quem o alimenta? Ou o homem é refém de acariciar o gato? E quando chega a escovação, que dúbio momento! O homem quer ter o prazer de acariciar o danado. O gato quer ter o prazer de ser acariciado. O gato manda: “Escove-me, humano!” O humano ordena: “Deixa que eu te escove, gato!” E neste duelo de intransigências, ambos se rendem a estes prazeres fartos. Eu mostro-lhe minha barriga. Ele me estende a mão. A escova corre por meu dorso. Ele junta o pelo como se fosse um algodão. Ao final, não agradeço. Ele, também, não diz obrigado. Ele vai embora orgulhoso. E eu saio de rabo empinado.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

252

251

250

13 comentários em “Escravo de quem?

  1. Borginho, ser avó da Tapioca me transformou. Ela não foi a primeira gatinha na minha vida. Desde criança, foram muitos. Tapioca é diferente. Eu sou diferente. Somadas, nossas diferenças nos fizeram entrar numa sintonia insuspeita. Ela me ‘gatizou’ e não cometi o erro de querer humanizá-la. Por isso preciso agradecê-lo. Qdo vc entrou em nossas vidas, se fez a Gatidade! Bendita Gatidade, onde podemos regozijar com a escovação de cada dia. Bendita seja! #BorgesTeAmo

    • Que declaração mais linda Beatriz!
      E me reconheço muito nela.
      Billy também é diferente de todos os gatos que tive. E Borges é mais que especial.
      : )

      • É tanto amor, não é? Paola, graças ao Borginho, posso viver tudo, ainda mais plenamente! E ainda faço amizades lindas, com pessoas que, como eu, se renderam ao amor felino… Bjs meus e da Tapioca! <3

  2. Olha Borges, não sei quem é escravo de quem, mas, se a vida que eu levo ao lado das minhas filhas for de escravidão, só tenho algo a dizer: ” Ser escrava é muito bom!”.

    • Também vi essa semana essa tal de furminator em um vídeo. O que é aquilo hein?
      Tira que tira mesmo. Fiquei até assustada com a quantidade.

  3. “(…) Ao final, não agradeço. Ele, também, não diz obrigado. Ele vai embora orgulhoso. E eu saio de rabo empinado.” Deu rima! 😉 Mas o prazer é mútuo, com certeza, sai ronron dos dois lados hehehehe ♥ =^;^=

  4. Escrava! Escrava! Escraaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaaavaaaaaaaaaaaaaaaa!!!
    Eu sou escrava dos meus gatos.
    😛

  5. lere, lere, lerelrelelere… Kkkkk que amor! Meus meninos tambem amam a escovinha, e não se acanham em me acordar de madrugada pra pedir comida ou simplesmente atenção. Me irrito com isso as vezes… Mas fazer o que, se esses bichanos mandam em mim? Eu admito, eles são meus senhores, e eu amo isso, kkkkkk… ! S2

Deixar um comentário