tricolor

Manhã, tarde e noite

Humanos,

Do branco ao preto, do preto ao branco. Pessoa, a do meio, a cinza. Ela tem algo de mim e tem algo dela, Christie. É a filha de vocês?, já perguntaram. Não! É a irmã caçula com um pouco dos dois. Nunca ouvi alguém dizer que gato cinza dá azar e o que é o cinza senão algo de preto? O cinza que se camufla em nosso sofá. Eu, branco, me camuflo nas paredes da casa e a Christie espera a noite. Inclusive já nos disseram: vocês são a manhã, a tarde e a noite, parecem diferentes, mas são partes de um mesmo dia, não há como desmembrar.

Borges, o gato.

 

tricolor

4 comentários em “Manhã, tarde e noite

Deixar um comentário