Na beirinha do fim do mundo – Episódio 10 de 10

Fãs,

Voltei ontem (leia aqui) e Christie e eu voltamos a ficar bem. A vida é assim, um eterno retorno. Todo dia o sol nasce e se põe. E, como o sol, nós nascemos e nos poremos. E se o mundo acabar será um novo começo que levará a um novo fim que levará a um novo começo… mas se não acabar ficaremos aqui olhando o sol nascer e se pôr enquanto nos for permitido.

Passamos o dia e a tarde na varanda, Christie e eu miando a esmo só para não ficarmos em silêncio. Dali víamos os vários fins de mundo: para aquele que perder o celular é o fim do mundo, para aquele que a má educação é o fim do mundo, para aquele que acordar cedo é o fim do mundo, para aquele que ser traído é o fim do mundo. E a Christie me perguntou se o mundo ia acabar realmente. E eu lhe respondi: Christie, o mundo já está acabando, todos esses pequenos fins de mundo, juntos, são o fim de mundo imenso que é esperado. O mundo que acaba é o dos humanos, o nosso não, o nosso tem um sentido diferente, um sentido que não está equilibrado sobre uma futilidade ou vaidade qualquer, nosso mundo continuará na gatidade por mais que a humanidade acabe. Nós ficaremos aqui, olhando tudo lá embaixo acabar da forma como eles acham que acaba. Ficaremos aqui sentados, observado de um lugar privilegiado: a beirinha do fim de mundo.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

Na beirinha do fim do mundo
Na beirinha do fim do mundo

11 comentários em “Na beirinha do fim do mundo – Episódio 10 de 10

  1. aproveita q tão de bem pra ser mais bonzinho com ela, borginho. Gosto de vc assim, ensinando a pretinha a ser uma gatinha tão evoluída como vc 🙂

  2. Borges, o gato filósofo 🙂
    Assim, na beirinha do fim do mundo, deve ser o melhor lugar pra ver o mundo acabar.

  3. Isso mesmo Borges você tem razão…ah se todos fossem como vc, Christie e toda gatidade esse mundo seria perfeito.

  4. O mundo que acaba é o dos humanos, o nosso não, o nosso tem um sentido diferente, um sentido que não está equilibrado sobre uma futilidade ou vaidade qualquer. Bela lição. Borginho, esperto e atento a tudo! 🙂

  5. Lindo demais!!! E eu pensando com o meus botões hoje…se tem algo que deveria permanecer nesse mundo (se ele acabasse) seriam os gatos.

Deixar uma resposta para Michelle Cancelar resposta