489

O Gatinho Que Roubava Livros

Fãs,

Minha biblioteca ainda não está totalmente pronta, mas o cheiro dos livros me chama. Então, entro pela janela para roubar livros. Porém, se os livros são meus, fico me perguntando se é roubo roubar a mim mesmo e, caso não seja, se eu devo chamar de roubo o ato de roubar a mim mesmo.

Aguardo sempre meus pais saírem para trabalhar, quando eles partem, entro com a habilidade do gato de botas. O problema é que depois que acabo de ler, não consigo subir na janela portando o livro para colocá-lo de volta. Quando papai chega em casa, sempre pergunta: “Como esse livro veio parar aqui na sala?” E eu respondo: “São livros, papai. Estão desesperados para ser lidos, pois este é seu sentido de ser.”

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

488

489

5 comentários em “O Gatinho Que Roubava Livros

  1. melhor filme que eu vi! A menina que roubava livros! <3 <3 Melhor gato que eu leio, essa cronica vai ficar pra sempre no meu coraçãozinho!

  2. Muito legal o texto Borges. Mas o melhor mesmo foi essa foto com esse popozão branco peludo e fofo. Dá vontade de amassar!!

  3. Ahhhhhhhhhhhh
    Lembrei do livro A menina que roubava livros. Bonito demais por sinal. Ainda não vi o filme.
    E você o gatinho que roubava livros muito fofo! *_*

Deixar uma resposta para Ethel Marchezini Cancelar resposta