136

O mal iluminado

Fãs que me enviam mensagens:

– Borginho, você é um iluminado, olha como você escreve bem.

– Sou não, tia. Li muitos livros do meu pai e aprendi com eles, foi bem difícil até.

– Borginho, você é radiante, olha como você é bonito.

– É, tia, mas dá tanto trabalho, tenho que me lamber quase o dia todo, minha mãe limpa minhas remelas, mete algodões em meus ouvidos…

– Ai, Borginho, você é brilhante! Olha quantos fãs você tem. Nossa, você nasceu pra isso.

-Bem, tia, deixe-me explicar… deu tanto trabalho. Já estou há dois anos com esse blog, atualizando todos os dias, sábados, domingos feriados, natal, ano novo… ou seja, deve ser por isso que dá certo.

– Ai, Borginho, se eu fosse iluminada como você…

– Toma, tia, tá aí os livros e tá a aí a internet: vá ler e tentar fazer algo.

– Ai, Borginho.

– Agora apague essa luz que quero dormir, não nasci pra ser iluminado.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

136

9 comentários em “O mal iluminado

  1. Kkkkkkk… é isso aí, Borginho, esclarecendo para as tias que tudo provém do nosso esforço, colhemos o que plantamos e cultivamos. O sol é para todos mas a sombra é para quem merece.

  2. Borginho,
    Tenho te achado muito mal humorado……..
    Vai caçar umas mariposas pra se divertir, vai… rs
    😉

  3. Borginho acho que vc ta meio estressado. Que tal um spa??? Muita comida, massagem e caixas de papelão para jogar esse corpinho??? Lambeijusss que seria de nós sem o mal humor dos nossos peludos??

Deixar uma resposta para Linda Tassitch Cancelar resposta