velho1

O velho

Fãs,

Hoje conheci meu bisavô, é um velho. É bom quando alguém é tão velho que a gente não precisa ter mais pudor em dizer: é velho. Pois se um velho de uns 65 anos é chamado de velho, ele ainda se chateia até. Mas ele não, ele tem já seus 92 anos, então, velho é e não se importa. Pessoa, que é jovem, foi receber seus carinhos. Eu não. Eu sou mais precavido, daria uns anos para ele me conhecer, mas como provavelmente não lhe restam muitos, não nos conheceremos. Pessoa disse que mão de velho balança, não sabia se ele estava acariciando ou brincando, se ela devia atacar os dedos ou relaxar. Eu nunca vou saber o que é isso, primeiro porque não tenho mão, segundo porque nunca vou ficar tão velho quanto ele. Mas acho que os velhos e os gatos precisam conviver mais, afinal, possuem muito em comum: não têm pressa, são observadores, possuem seu mundo particular e gostam muito, muito, muito de comer ração. Ou será que só meu bisavô?

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

velho1

3 comentários em “O velho

  1. Que fofinho! Adoro velhinhos, tem um mais carrancudos que outros kkkkkk
    A última avó que eu tinha morreu ano passado aos 93 anos, e somente no ano anterior ela disse: “É…eu acho que tô ficando velha…” kkkkkk eita pessoa engraçada.
    Borginho tô no seu time,sou tão precavida quando tem a ver em conhecer pessoas, estabelecer relacionamentos duradouros…precisa-se de tempo.
    Agora esse lance do teu bisa comer ração tô até agora curiosa, como é isso hein?kkkkkk

Deixar um comentário