556

Olhos que dizem “sim”

Fãs,

Continuo a falar dos olhos. Eles dizem “sim”, pois dizer não é por demais habitual. Dizer não é impedir o movimento. Dizer sim é ir de encontro ao novo, é arriscado. Em cada salto eu digo sim para o meu destino. Em cada cheirada, sim a um novo olfato. O mundo é feito de nãos, mas hoje busco os “sim”. Mamãe me mostra o saco de petiscos e eu digo com o olhar: “sim”, “sim”, “sim”. “Não” quem diz é o marido que não quer um gato; “Sim” quem diz é a esposa que quer um filho peludo. “Não” quem diz é o preconceito, “sim” quem diz é a criança que quer brincar com seu bichinho felpudo. Parece-me o tempo de arriscar e meus olhos dizem “sim”, um sim tão intenso, ao ponto de tornar minha mãe refém. Todos dizemos “sim”. Em época de campanhas contra drogas, em época de violência, em época de negar os males; nós gatos ainda podemos dizer “sim” e, vocês, digam “sim” aos gatos.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato
Todo dia você lê textos de literatura felina gratuitamente. Agora, é hora de contribuir, votando em mim, Borges, o gato, para competir entre os melhores da web. Clique aqui!

Faça parte do fã clube do Borges, entrando aqui.

Siga o Borges no Instagram: borgesogato.
 

557

556

555

5 comentários em “Olhos que dizem “sim”

  1. Lá em casa é: Sim, Jake…eu abro a torneira um pouquinho pra VC tomar água…Sim, Carolina, eu faço carinho nas suas costas…Sim, Thomas, eu vou te pegar no colo…. Sim, Blueblue, mamãe deixa VC amassar pãozinho nas minhas costas e dormir por cima de mim…e por aí vai!

  2. Esses dias estava pensando nisso mesmo. Não consigo dizer não para os meus gatinhos e eles fazem essa carinha irresistível que você fez na foto Borginho. Só dá pra dizer sim!

Deixar um comentário