pessoa-na-mesa

Quem educa quem

Fãs,

Há um tempo  escrevi o texto “Sentar na mesa x sentar à mesa“. Quase um mês se passou e Pessoa ainda insiste em sentar na mesa. Sirvo-lhe com meu exemplo, mas de nada adianta. Pessoa retruca que é pequena, que aqui não tem cadeirão de bebê. Apelei para a cadeia alimentar: “Pessoa, o que vai na mesa é o que vai ser comido, o que senta à mesa é o que vai comer.” Pessoa nem aí. Falei-lhe sobre etiqueta, falei-lhe sobre higiene, fale-lhe sobre a evolução histórica e cultural dos hábitos alimentares e nada. Chegou a hora do jantar, papai quis forrar a mesa e nada de Pessoa sair. Papai pediu licença e nada, papai ameaçou borrifar água e nada. Agora, Pessoa está sentada sobre a mesa e papai resolveu, para se vingar, sentar no nosso pote de ração. Assim é a maturidade dos humanos e dos gatos filhotes.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

 

pessoa-na-mesa

3 comentários em “Quem educa quem

Deixar uma resposta para Fabiana Cancelar resposta