208

Querer e não ter

Fãs,

Hoj, peerguntei à Christie:

– O que você quer de natal?

– Huuum, Borginho. Eu quero uma catcave.

– Christie, você já tem uma catcave!

– Por isso mesmo, eu sei que é bom, quero outra.

– Não, não, Christie. Não é assim que funciona. O que a gente pede é o que a gente não tem.

– Quem disse?

– Como assim “quem disse?”. Todo mundo sabe disso.

– Nada disso, eu peço o que eu quiser. Como vou pedir algo que não sei se é bom?

– Tá bom, Christie, peça outra coisa que não seja uma catcave.

– Uma mãe.

– Quê??

– Uma mãe, oras.

– Pra que você quer outra mãe?

– Ué, porque se uma mãe já é bom, imagina duas!

– Deixa sua mãe saber disso!

– Ué, ela vai adorar, ela é tão boa que eu quero duas dela.

– Deixa de ser maluca, Christie, mãe é só uma!

– Como você sabe? Já procurou outra por aí?

– Tá bom, esqueça, vou te dar outra catcave mesmo.

– Iuuupiiii! E você, Borginho, quer o que de natal?

– Eu quero liberdade.

– Liberdade? Como assim?

– Liberdade de poder sair para a rua.

– Mas a rua é muito perigosa, Borginho!

– E quem disse que eu vou sair?

– Não vai?

– Claro que não. Eu quero a liberdade de poder sair só para me recusar a sair.

– Aaaaaaaah, tá. Faz todo sentido.

– Veja aquele gatinho lá embaixo, Christie.

– Em cima do carro?

– Esse mesmo. Sabe o que ele pediu de natal?

– O quê???

– Ele pediu uma casa como a nossa!

– Ai, tadinho, Borginho.

– A vida é assim, Christie. Tirando você, todo mundo pede só o que não tem. Os que tem casa pedem a rua, os que tem rua pedem a casa.

 

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

207
Conversas com a Christie
208
O gatinho de rua quer uma casa

 

12 comentários em “Querer e não ter

  1. Borginho e Christie, vocês tem que pedir de Natal um irmãozinho, e que papai e mamãe adotem esse lindo gatinho de rua. Imagina só, ele ganharia uma casa e poderia contar para você Borginho como é viver na rua, daí você pode imaginar a liberdade sem correr os riscos que ela oferece!!!! Vamos fazer uma campanha pela adoção desse lindinho!!!

  2. Mensagem bonita Borges, triste mas em um texto bem cômico!
    Se a Cris ainda quiser outra mãe estou por aqui, não esqueça!!

    Lambeijos meu lindinho e um ótimo natal para toda a família!

  3. Pior q é verdade Borginho. O gatinho q adotei aqui e q vivia na rua é o mais carinhoso e não desgruda da gente. Tirando os ferais, a maioria deles quer sim uma casa como a sua, como a nossa, com muito amor, comidinha boa e cama macia! O q eu mais desejo pra 2014 é menos abandono d gatinhos e dãezinhos e mais consciencia e amor dos seres ditos humanos em relação aos animais e meio ambiente! Feliz Natal a todos q amam e cuidam d seus bichinhos! 🙂

Deixar uma resposta para Karolina Cancelar resposta