gatinha-cabecada

Quero um beijo

Humanos,

Chico aprendeu com nós gatos a pedir carinho. Eu, quando quero, aproximo a cabeça e me ofereço aos humanos. Christie vira a barriga pro ar. Pessoa escala qualquer humano em busca de carícias. Chico, porém, é humano. Humanos relutam em pedir afagos, em demonstrar amor em público. Mas, quebrando todas as expectativas, Chico se oferece, se preciso vira até a  barriga para o ar. Neste momento está aqui, esfregando a cabeça  em nós. O problema é: se ele se comporta igual a um gato, deveremos agir feito humanos?

Borges, o gato

gatinha-cabecada

2 comentários em “Quero um beijo

Deixar um comentário