juizo

Salvo melhor juízo

Humanos,

Salvo melhor juízo, parece-me que torcer é uma grande bobeira humana. Torcer pressupõe que o seu desejo possa influenciar diretamente numa decisão. Imagine-me torcendo para que meu pai me dê um petisco, de repente, ele levanta do sofá e me dá. Humanos torcem por futebol. Eles optam por um time e são capazes de matar para provar que o time que escolheram é melhor do que o outro, sendo que esses humanos não possuem nenhuma relação em nada com o time e nada que esse time faça tem um resultado objetivo na vida deles. É como se eu optasse por escolher uma formiga para torcer e, por eu a ter escolhido, ela passa automaticamente a ser a melhor formiga. Vai entender. Não paramos por aí. Hoje aprendi que humanos podem torcer para políticos e para juízes. Não vejo também nenhum sentido, pois a torcida deveria ser para que tudo se esclarecesse, mas os humanos torcem para que o lado deles tenha razão. Eu nunca vi uma torcida ir para o estádio e gritar alegre para o juiz. Também nunca vi uma torcida preferir o presidente do clube. O futebol fica deixado de lado. Mas ok, o futebol também não tem o menor sentido. Já que vocês gostam tanto de torcer, humanos, por favor, torçam por mim. E, mais que isso, não sejam imprestáveis, façam algo para me ajudar: mandem presentes, dinheiro, petiscos… mandem beijo,s que seja, mas gastem vosso tempo com torcidas melhores.

Borges, o gato.

juizo

4 comentários em “Salvo melhor juízo

  1. Torço por você sim, meu caro Borges, e juro, quando o pagamento se normalizar (é meu caro, somos ligados ao Estado do RJ, e estamos com as finanças comprometidas, sem décimo terceiro, sem dia ao certo para recebermos) prometo enviar uns presentes… De todas as coisas que eu li essa é a mais sensata. Um momento de lucidez diante desa histeria, com texto sempre bem escrito. Ainda bem que existe sua coluna diária para aquietar corações… Um lambeijo para todos os gatos, um beijo para todos os humanos.

  2. Sensatez boa…nem todo mundo é bandido ou santo por totalidade. Jus pela verdade, principalmente na política que interfere em tantas vertentes.

Deixar um comentário