761

Silêncio e abraço

Fãs,

De uma fã antiga, da qual não vou falar o nome pra preservar sua privacidade, recebo este e-mail:

Oi, lindo da titia!

Tava com saudades de escrever pra você. Hoje eu conversei com a minha gata, ainda bem que ela me entende. Disse pra ela que é muito bom ser gato, não ter sentimentos ruins. Falei do meu tio e padrinho que se matou, acredita? Expliquei pra ela, ela me entendeu. Ainda bem que eu posso contar com ela. Meu tio tinha depressão e ela entendeu. Expliquei como é isso e tal. Mas falei que eu  nunca farei isso porque amo minhas filhotas e minha família humana também e tenho amor próprio.”

E assim é essa vida em família, a gente recebe as notícias boas, mas recebe as ruins também. Triste pelo tio, feliz por saber que minha leitura pode aplacar um pouco dessas tantas incertezas do mundo. Confesso que não sei se é o amor das filhas e o amor próprio que impedem alguma coisa, arriscaria que não. Acho que do mundo sabemos tão pouco que qualquer explicação parece uma tentativa infantil de alcançar as estrelas. O suicídio talvez seja um dos mistérios mais insondáveis do mundo, afinal, até Deus que pode todas as coisas é imortal e não pode se matar para saber como é. Nessas horas, resta-nos o silêncio e um abraço.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

761
O silêncio e um abraço

 

 

8 comentários em “Silêncio e abraço

  1. Obrigada pelo abraço, Borginho! tô me sentindo abraçada.
    Minhas filhas te deixam lambeijos e eu uns abraços e beijos.

  2. <3 <3 <3

    Que lindo Borges! Adorei esse texto… Só quem passou pela experiência sabe o choque, a dor, as dúvidas. Para a tia, meu abraço apertado!

  3. Tocante Borges. Nessa situação, o que se pode oferecer é o que você deu silêncio e abraço. Força pra sua fã!

  4. Que olhar profundo!!! Mais que silêncio e abraço, é um olhar que transmite dignidade à nossa triste condição. Parabéns aos humanos que conseguiram capturar essa foto e darem-lhe todo o sentido!!

  5. Texto mais lindo *_*
    Inexplicável essa situação mas você consegue colocar em palavras um conforto.

Deixar um comentário