Durmo ergo sum

519

“Dubito, ergo cogito, ergo sum” (tradução popular: duvido, logo penso, logo existo. Ou na minha: duvido, logo reflito, logo sou). A frase em latim é do Descartes. Para não perder o trocadilho, digo a vocês, fãs: “descarte-a!” Primeiro por ser em latim, esta língua com nome quase canino. Segundo porque pensar e duvidar não faz … Leia Mais…