Pra que tão pouca perna, meu deus?

435

O coração de Drummond pergunta em seu poema das sete faces: “Pra que tanta perna, meu deus?” Eu pergunto justamente o contrário. Eu tenho quatro pernas, Christie também. As cadeiras, cada uma das seis, possuem quatro. A mesa, quatro pernas também. E por que meu pai e minha mãe só possuem duas? Pernetas! Sim, pois … Leia Mais…

Nas pernas de um labirinto enorme

Fãs, Nossa casa é imensa, tem muitas coisas pra se escalar e para se aventurar. Acompanho minha irmã ainda que ela já esteja crescendo, pois são perigos incontáveis. Há montanhas brancas imensas, uma cordilheira chamada Sofá. Há um portal que mostra a vida em outros lugares que nossa família reverencia e chama de televisão, há … Leia Mais…