1050

Tardes

Olá, fãs!

A língua é uma peça e prega-nos peças. Vejam, pois, a palavra “tarde”. Tarde dizemos para algo que já não é cedo. Ou seja: “Filho já está tarde.” Isso significa que já é passada a hora da gente dormir. Agora, vejam que engraçado: “Tarde da noite” é muuuito tarde. E “de tarde”, não é tarde, é só antes da noite. Mas que loucura da língua é essa que “de tarde” não é muito tarde e “tarde da noite” é taaaaarde demais. Sei que todas as partes do dia deveriam ter sua tarde, inclusive o dia, para que eu legitime meu sono. “Filho, já está dormindo de novo?” Claro, mãe, já é tarde do dia. “E agora?” É a tarde da tarde. “Filho, quero muito dormir, o que você tá pulando?” Porque agora é só noite, mamãe, estou esperando a tarde da noite.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

 

1050

2 comentários em “Tardes

Deixar um comentário