439

Tetas dedais

Olá, amiguinhos! Tudo bom? Sou euzinha, a Christinha!

Às vezes é bom voltar a ser criança e lembrar de quando eu era uma morceguinha beeeeeem pequinininha e ficava pendurada nas tetas de minha mãe, preta como um batman na noite. Como levar meus dedinhos à boca é meio incomodo, pois as unhas são muito grandes e a pata é gorda demais pra caber na minha mandíbula, eu peço para minha mãe humana: “mamãe, posso mamar nos seus dedos?” E fico ali, chupando o dedinho alheio como se fossem tetinhas que esguicham suor e me alimento do amor de minha mãe que é um alimento bom, pois dá força e não engorda.

Ass.: A gata Chtistie

438

439

5 comentários em “Tetas dedais

  1. “…e me alimento do amor de minha mãe que é um alimento bom, pois dá força e não engorda.”
    Ownnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnnn…….
    🙂

Deixar uma resposta para Wanny Corral Cancelar resposta