Títere, o passarinho

Fãs,

Aqui no castelo do tio Grey tem um tipo de ave estranha, maluca, olhos esbugalhados: batizei-a de Títere. O Títere só voa quando a gente quer, só come quando a gente quer, só brinca quando a gente quer. Quando digo a gente, digo gente no sentido humano mesmo, pois é geralmente a mão do papai ou da mamãe que dão vida ao Títere. É a ave mais sem graça dentre todas as aves que habitam o jardim do palácio, mas é a única que nos deixam pegar. Não só deixam, como incentivam. Papai diz assim: “meu filho é esperto, tá caçando o passarinho!” Ou seja, pro papai eu sou esperto justamente quando sou mais burro, porque estou correndo atrás de um passarinho sem vida. Mas eu corro, corro só para agradar o papai e a mamãe, igual algumas crianças humanas comem brócolis só para agradar seus pais, vão para escola só para agradar seus pais, tomam banho só para agradar seus pais. Meu pai, coitado, fica ali mexendo o Títere e fazendo sons estranhos com a boca. Eu finjo gostar, dou umas patadinhas até cansar, aí pego o Títere, penduro de volta na rede de proteção e volto a deitar no parapeito, olhando as mariposas que voam na noite, que só pelo fato de terem vida própria, são muito mais interessantes que qualquer marionete, ainda que seja de um espécime raro.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

157.png
Esse é o Títere. Papai dublando ele como uma voz ridícula disse que está feliz em conhecer vocês.
156
Papai fica sacudindo o Títere e falando: Filhãã-ão vem caçar o passarinho, vem!
155
Por piedade ao meu pai, dou umas patadinhas no bicho
154
Depois pego e penduro de volta na rede de proteção, onde é o lugar dele.
158
Aí deito no parapeito, eu olhando para um lado, Títere para o outro. Eu admirando as mariposas e Títere os humanos, já que precisa deles pra viver.

29 comentários em “Títere, o passarinho

  1. Que fofo Borges, finge que gosta só para deixar papai e mamãe feliz!!
    Mas até que é bonitinho esse tal Títere.
    E antes que eu me esqueça, adoro seus textos, até o mais simples -como este- me encanta.. Leio e fico imaginando você fazendo as coisas,a Christie com seus saltos e até a cara de mau humor do Grey!!
    Beijos meus branco s2

  2. Borges seu fofo, esta tia vive de brincar com títeres! Eles são legais, contam histórias para adultos e crianças. Meu sonho é montar um espetáculo de títeres para gatos e cachorros. Bjos.

  3. Borginho, você é lindo demais. Amo os seus textos e até te apresentei para uma tia que está com a gatinha, a Hannah, doente. Ela estava muito tristinha, mas se alegrou quando te conheceu. Borginho, falei para ela que um dia você irá escrever um livro. Eu acho, inclusive já espalhei para os meus filhotinhos, seus amigos: Angie, Orion e Toi. Eles querem ir na noite de autógrafo. Mas peço que espere eu retornar para o Rio, pois estou atualmente, morando em Brasília. Borginho, te adoro. Lambejos

  4. Cada dia que passa você está mais fofo e lindo e seus textos são sempre incríveis!! Adoro suas aventuras com Christie e o Mario Grey.
    Este castelo é mesmo encantado. Uma surpresa boa a cada dia para vocês e é claro muito amor e carinho de papai e mamãe. Muitos lambeijinhos para vcs, desta tia que os adora de montão!!

  5. Borginho, o Títere é simpático – gostei dele! kkkk Diz que também estou feliz em conhecê-lo! (pode falar com a sua voz mesmo!) A Tapioca tem uma boneca (horrível – cá entre nós…) chamada Olívia. Foi seu primeiro brinquedo – coisa de infância! Quando aperta a barriga da Olívia ela diz: “Socorro, Popeye! Socorro!” E é só. Enfim, ao menos não preciso fazer de conta q ela conversa com a Tapioca. É de poucas palavras, mas fala! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk Bjs nossos pra vc… <3 =^.^= <3

    • Ta vendo como sou sua fã.. Todo comentério seu eu gosto!!!!
      uahuahsuhasuh
      Beijos para vc e a Tapioca!

      • Oi Alexandra!!! Sabe o q é? Acho q a família Gatidade tem muita identidade! Temos muito em comum! Bjs meus e da Tapioca, pra vc, Jhonny e Diego! São só os 2, não é? kkkkk

        • Temos mesmo, vc escreve o que eu penso com palavras bonitas xD!! Álias, a maioria dos comentários são assim, sempre tem uns quatro ou cinco que me identifico muito….
          Por enquanto são só os dois!!kkkk

  6. Borginhoo, meu Zézão tem um ratinho (mas ele adoraa) eu dei pra ele qd ele era um bebê, agora como ele esta com um ano, acho q perdeu a graça ai eu fiz igual ao seu pai amarrei uma cordinha e fico brincando, mas lendo seu texto acho q ele esta fazendo pra me agradar, será???

  7. Meus filhos tem um passarinho desses, so que e’ mais raro que o seu, porque e’ azul!…eles ja arrancaram os olhos dele…..e agora nem querem mais saber do bichinho…..vcs enjoam muito facil das coisas….preferem realmente ficar olhando pela tela da janela o ninho que os passarinhos fizeram na arvore em frente de casa….

  8. Borginho, o Simon tem um ratinho que era meio parecido com o Títere, quando ele era filhotinho brincava sem parar, pois era ele que dava vida ao ratinho. Agora, depois de grande, ele reencontrou o ratinho e fez uma festa brincando com ele! Viu? Tem alguns brinquedinhos que precisam dos gatos pra viver também. Essa é a mágica: eles não escolhem quem dá vida a eles 🙂

  9. amei o teu texto Borginho e vc esta lindo demais nas fotos, sabe quando eu leio as suas postagens eu imagino a sua voz
    bjus gauchos pra vc gatinho lindo!

  10. Borginho, ja pensou vc numa tarde de autógrafos numa livraria?!?! Cara, seria o máximo hein? Eu ia com certeza amigo rsrsr, abração !!!

  11. Tem como não amar um Borges que faz de conta que se diverte com o Títere só para agradar o pai?
    Cada dia você é mais inspirador Borges!
    Beijo.

Deixar um comentário