461

Um cão

Fãs,

Não é que eu não goste de cachorros. Na verdade, a frase está incompleta. Eu não gosto de cachorros por perto. Se eles estiverem longe, bem longe, sou até capaz de achá-los divertidos. Quando estou entediado, pela manhã, me deito no guarda-corpo e fico olhando o cachorro da vizinha. Não bastasse ser um cachorro, ele é um poodle. Poodles e vizinhas são palavras que andam facilmente juntas na mesma frase. O poodle já me alegrou muitas manhãs com seu jeito bufão. Se acordo indisposto, olho pra ele e me sinto inteligente e bonito. Ele corre, late, corre mais um pouco, late de novo. Eu fico ali deitado, olhando. Ele sequer imagina que há um gato por perto. Não consigo imaginar um cachorro sentado a escrever um livro. Um poodle, muito menos. Se ainda fosse um São Bernardo, eles parecem ter um ar um pouco mais sóbrio. Talvez um São Bernardo consiga escreve um livro de auto-ajuda pelo menos. Mas poodle… Sei que pode ser preconceito de minha parte, talvez poodles sejam criaturas geniais em algum lugar dentro deles, bem dentro mesmo. Mas quando olho um poodle entendo porque o cachorro é o melhor amigo do homem. Se combinam.

Depois de tanto assistir meu programa de humor gratuito, saio da varanda e deito-me sobre o colo de minha mãe e ganho carinhos. Os gatos nascemos para as mulheres.

Borges, o gato – @borgesogato

461 Na varanda, assistindo meu Zorra Total

 

460 Lá está o cão, no canto da varanda da vizinha, a me fazer um humor gratuito.

4 comentários em “Um cão

  1. hahahaha Borginho, gostei demais desse texto!

    Eu gosto muito de cachorros, até mesmo de poodles (o que pra você é um agravante, pelo que entendi), e gosto até mesmo deles por perto. Mas não pude deixar de rir com seu texto, e até mesmo concordar! Gatos realmente estão alguns níveis acima nos quesitos sofisticação e elegância. Assim como as mulheres em relação aos homens, hehehe. Você como sempre é muito sábio e traduz em palavras coisas que só sabemos sentir.

    bjs!

    • Concordo com tudo, já tive um poodle e o amava muito, mas gatos e mulheres são bem parecidos mesmo!!

  2. Kkkk Borginho, como disse a tia Natália, sua última frase denota sua sabedoria ímpar! Fecha este texto e abre muitos outros! <3

  3. Ri muito. Mas coincidentemente o único ser, além de humanos, que a Lola gosta e ou aceita é o poodle dos meus sogros, o Caio, que é calminho, nada eufórico, acho que é por isso que se dão bem. Ela detesta qualquer outro animal…
    Beijos!

Deixar uma resposta para Alexandra Martins Cancelar resposta