863

Um galã de fato, um galã gato

Fãs,

Sei que sou um galã, não pelas gatas que conquisto, tampouco pelas mulheres que vêm até minha casa só para se esfregarem em mim e perdem o tino, desmaiam, fazem vozes retardadas, alucinam-se… sei que sou um galã pela forma como os outros galãs me olham. Brad Pitt sempre está nervoso quando aparece diante de mim, já até errou o texto em pleno Bastardos Inglórios, sei disso, pois minha mãe viu a mesma cena sem mim  e me disse que foi diferente; Cauã Reymond só me olha com olhos de aprendiz, quer saber o que é ser um gato; e os galãs de outrora, Roberto Carlos, Fábio Júnior, por aí afora, são sempre aquele misto de admiração e inveja. E Don Draper, o tão admirado Don Draper, parou na TV em pleno capítulo 13 da temporada 3 para dizer: “meus mistérios não são nada diante dos teus.”

Ass.: Borges, o gato

863
Don Draper, impressionado com meus mistérios

4 comentários em “Um galã de fato, um galã gato

  1. Ah, o Borges voltou a sua melhor forma!!! Meu galã! Você põe todos no chinelo mesmo, só não ganha do gatão galã que tenho aqui em casa… Mas empata!

  2. Ei já querendo saber quem assiste na sua casa Mad Men além de você. Adoro!!!!!
    Ah e você é muito mais gato que Don Draper.*_*

  3. kkkk Mas nem se compara a sua beleza máxima, infinita e soberana com a dele, Borginho… Você é o maior de todos os galãs da face da terra 😉

Deixar um comentário