353

Um passado com gosto de atum

Fãs,

Quando as portas se abriram e iríamos ver o que havia do outro lado, papai veio com atum e pousou-o no chão. Entre a certeza do prazer e a curiosidade pelo novo, ficamos com a certeza do prazer. Demos uns passos atrás, esquecemos os mundos, as portas, as novidades. Optamos pelo bom e velho peixe morto e esfarelado em nosso prato. Tivemos, assim, nossa primeira refeição na casa nova. Casa nova, refeição velha. Nós gatos temos predileção por coisas velhas: uma pessoa velha é boa de se subir no colo e amassar; uma cama velha é boa de se deitar em cima; roupas velhas são boas de se embolar; velhos hábitos… o novo também tem seu valor, mas quem sabe amanhã, pois hoje é dia de reviver o que é bom. Hoje, meu presente tem gosto de passado e o passado tem gosto de atum.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

352

353

4 comentários em “Um passado com gosto de atum

  1. Já entendi tudo! Quer nos deixar hiper, super, ultra, mega curiosos, né! Pois conseguiram. Estou morrendo de curiosidade 😉

Deixar uma resposta para Karina Cancelar resposta