borges-de-pe

Velhos hábitos

 

 

Fãs,

Sabe quando você retorna a um lugar de outrora e sente como se tivesse retornado à infância? Você humano deve sentir algo parecido quando come a comida da sua mãe, quando volta ao colégio em que estudou, quando volta à praça da sua infância. Isso é bom! Mas, velhos hábitos entraram no nosso imaginário como algo ruim: ah, antigamente eu fumava, antigamente eu matava, antigamente eu roubava. Só que no passado, também, mora muita coisa boa. E cabe, vez por outra revisitá-lo. No meu passado, lembro sempre, mora um sofá branco, em que eu cravei pela primeira vez minhas unhas e o dilacerei: ainda lembro o grito da minha mãe: “que isso, Borginho!” Mas lembro principalmente da sensação prazerosa de atravessá-lo com minhas garras. Hoje, tenho um sofá cinza, grande, bonito. Tenho também um arranhador. Confesso que prefiro o sofá e, vez por outra, apesar das reclamações de minha mãe, finco cada unha das minhas patas dianteiras nele e, revelo pra vocês, é no sofá branco que penso.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

 

borges-de-pe

6 comentários em “Velhos hábitos

  1. sinto saudade de muita coisa, mas é uma saudade boa mesmo, pois tive momentos maravilhosos principalmente na infância. Pior deve ser sentir saudade do que não teve. : )
    Tadinho Borginho – sofá branco e você S2

Deixar uma resposta para Paola Limeira Cancelar resposta