borginho-cutucada

Vingança das cutucadas

Fãs,

Eu durmo e ele me cutuca, cutuca gato com seu dedo curto. Eu subo no sofá e me cutuca, deito na cama e me cutuca. Seu indicador parece engessado, parece dedo de acusador e cutuca, cutuca, cutuca e aponta cutucando. “Gato”e cutuca. “Gato”, “Gati”, “Gath, “Gate”cada vez que tenta pronunciar gato é uma cutucada. Depois de tanto ter seu dedo suado, melado, babado encostando no meu pelo, me vinguei. Foi hoje: estava Chico sentado, brincado, eu ergui minha pata, fui até seu braço e falei: “Chico”, “Chique”, “Chicote”, Chiqueiro”… E o cutuquei com minhas unhas, as mesmas de escalar arranhadores, de rasgar sofá,  de abrir buracos na areia para fazer covinhas para cocô! Pronto! Que alívio. Estamos quites.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

borginho-cutucada

3 comentários em “Vingança das cutucadas

Deixar um comentário