Visões do paraíso

Fãs,

De repente é como se toda a casa tivesse saído do lugar. As prateleiras vazias,  os armários vazios, vazios os outros móveis também estão. Acordei e parecia que era o paraíso: várias caixas de papelão. A Christie desfrutava delas, mergulhando como um velho mergulha na fonte da juventude. Duvidei. Duvidei porque tudo que é bom demais é duvidável. Cabreiramente, olhei cada canto, os nossos brinquedinhos embalados. Não sei o que está acontecendo direito, suspeito que as caixas não sejam presentes para nós. Sinto nelas o cheiro dos lugares pelos quais passou, mas os cheiros que mais me perturbam são os que não estão nelas, cheiros de lugares para onde irão.

Ass.: Borges, o gato – @borgesogato

Visão do paraíso
Christie mergulhava nas caixas como um velho mergulha na fonte da juventude

Cabreiramente, desconfio e temo pelo que nos espera.

9 comentários em “Visões do paraíso

  1. Mistérios, mistérios…
    Acho que vem coisa boa por aí, Borginho, não precisa ficar com medo não! 😉
    Aproveite o paraíso, por enquanto!
    Beijos!

  2. Borginho, sem essa de ter medo. Mudança é normal. Eu também estou de mudança com o meu Quinteto Fantástico. Alguns querem ir nas caixas, outros querem brincar com elas… Mudança é coisa boa, tá? Eu um levando o quinteto pra uma casa com Quintal! Pensa nisso Borginho, muitos aqui nasceram nesse apartamento, e agora vão ver um quintal pra correr, pular e brincar. Fica sossegado que vai dar tudo certo!
    Beijos da Tia Vivi, e lambeijos da Aya, do Billie Joe, da Pepe, da Tatinha e da Isobel.

Deixar um comentário